Marketing Digital para Empresas – como construir uma presença digital de resultados

Trabalhar com uma boa estratégia de marketing digital para empresas é cada dia mais determinante. Ou sua empresa está bem posicionada, ou está fora da disputa para conquistar novos clientes. Veja hoje no blog da Fresh Lab, dicas de nossos especialistas para construir uma presença digital relevante e que gera resultados reais para o seu negócio.

Para começar, não se sinta mal caso a sua empresa ainda não tenha uma presença digital voltada para resultados. Trabalhar com o marketing utilizando essa forma de pensar, voltada para performance, não é algo muito recente. Então não se desespere.

ambiente de trabalho, atividade, balcão

Por exemplo: se o site da sua empresa foi construído há mais de 5 anos, provavelmente, ninguém pensou em usabilidade, encontrabilidade e design voltado para conversões. A sua obrigação, como empresa, naquele momento, era apenas ter uma página na internet.

Mas como tudo muda sempre, desde sempre, precisamos nos adaptar às exigências cada vez mais pontuais do nosso público-alvo, bem como a atualização dos softwares e nossos concorrentes.

Marketing Digital para Empresas – por onde começar?

Vamos imaginar que a sua empresa não faz vendas online, tudo bem? Esse seria um outro artigo, voltado para vendas online. Também é um resultado relevante, mas nem todo mundo pode investir em um ecommerce, incluindo toda a burocracia e logística.

Então, usamos o seu website apenas para receber visitantes, mostrar seus produtos e serviços e  coletar informações dos interessados, com uma chamada para WhatsApp ou então um formulário de contato.

Caso você ainda não tenha um site, comece investindo em um!

Essa será sua principal fonte de acessos, sua vitrine, onde você tem poder sobre todas as informações, tanto internas quanto externas.

Será mais valioso para o seu negócio, a longo prazo, investir na construção de um bom website.

balcão, blogando, borrão

Mesmo que o seu negócio já tenha uma presença legal nas redes sociais, tenha em mente que você está “alugando” esses espaços nas redes. A qualquer momento, o Instagram ou o Facebook podem atualizar e fazer você perder tudo o que “conquistou” em sua página ou perfil.

Comece reavaliando o seu próprio site

Acho importante compartilhar com vocês essa informação: o celular é a principal fonte de acesso a internet dos brasileiros desde 2018. Por isso, se o seu site não é otimizado para dispositivos móveis, suas chances de resultados já caem bastante.

Por isso, teste. Pegue agora mesmo o seu celular, pesquise no Google por sua empresa e acesse o site, de preferência de uma conexão 3-G. Isso já vai dar uma boa ideia de como os visitantes estão vendo o seu website no celular, e se de fato existem possibilidades de conversão nesse ambiente. Se o site nem carregar, concordamos que é impossível converter visitantes em clientes em potencial, certo?

Além disso, veja se não existem links quebrados, tanto no computador quanto no celular. Vasculhe todas as páginas. Veja também onde você pode inserir mais chamadas para ação.

Resultado de imagem para call to action

É muito comum encontrarmos sites que falam super bem de seus produtos, mas não chamam o usuário para fazer nada. Nem um “Ligue Agora” ou “Fale conosco”. Isso realmente faz diferença. Não podemos simplesmente esperar que a pessoa se convença a ir até a página de contato para preencher um formulário.

Defina o seu público-alvo de uma vez por todas!

Pode parecer exagero, mas já atendemos muitas empresas que não sabem definir seu próprio público-alvo!

Isso é algo que você precisa fazer antes de conceber qualquer ação de marketing. Você precisa saber quem são as pessoas que são beneficiadas por seu produto ou serviço, quem decide pela compra, quem as influencia.

Fazer essa definição de público-alvo, ou personas como também chamamos, é muito mais do que dizer que são homens, de tal cidade, com tantos anos. Isso por si só é muito vago e parece como uma definição, mas não é assim que você vai falar verdadeiramente com essas pessoas.

Por isso, não se engane com definições vagas de público. Você precisa pesquisar e mais do que isso, pensar da maneira que o seu público pensa.

Uma dica: pense em uma pessoa do seu Facebook que provavelmente compraria seu produto ou serviço. Entre no perfil dessa pessoa e vá para a área de “curtidas” e outros interesses que a pessoa demonstrou. Isso será uma fonte interessante para começar a te dar ideias.

Se você não tem uma pessoa, vá para o Facebook do seu principal concorrente e encontre alguém que esteja interagindo positivamente com a página. Essa também é uma pessoa que você pode “stalkear” para entender mais sobre seus interesses online.

Essas informações ajudam você a definir, na prática, o perfil inicial do seu público alvo, que também vai sofrer mudanças ao longo do tempo.

Descubra sua rede em potencial

Já não estamos mais na época em que sua empresa precisava estar em todas as redes sociais para obter resultados. Na verdade, isso durou pouco tempo – até as empresas e profissionais de marketing perceberem que isso não gerava resultados.

E isso é bem compreensível quando você pensa que o seu público-alvo também não está em todas as redes. Geralmente, são no máximo duas em que você vai conseguir uma conversão mais agressiva.

Pessoas, segurando, social, mídia, ícones

No caso da Fresh Lab, por exemplo, sabemos que o nosso público alvo em potencial está pesquisando no Google, e não clica em anúncios. Por isso, nosso foco principal é obter um bom posicionamento orgânico.

Este é um passo fundamental para você estruturar sua estratégia de marketing: conhecer o seu público a ponto de saber qual rede social ou canal é mais provável de impactá-lo melhor.


Resumo da ópera – Marketing Digital para Empresas

  • Se você ainda não tem um site, prefira investir nisso antes de fazer ações de marketing digital;
  • Se você tem um site, avalie sua presença digital, considerando principalmente visitantes que acessam do celular
  • Verifique se as páginas do seu site estão chamando as pessoas para alguma ação: ligar, mandar mensagem, preencher algum formulário
  • Comece a definir seu público-alvo: pesquise em perfis conhecidos (ou desconhecidos) para descobrir outras características relevantes das pessoas além de idade e gênero.
  • Pesquisa, descubra e ative sua rede social em potencial.

Esses passos são o que consideramos como “básico” no marketing digital para empresas. Isso não quer dizer que você não tenha muito mais a fazer.

Para de ajudar, temos uma seção em nosso site onde compartilhamos conteúdos segmentados por nicho. Falamos desde lava-car, até clínicas de estética e serviços de ar condicionado.

Ir para Estratégias por Segmentos

Para conquistar boas posições orgânicas no Google, por exemplo, você vai precisar de um planejamento de produção de conteúdo e SEO no seu site. Mas isso pode ser assunto para um outro artigo.

E você? Já está construindo a base da presença digital da sua empresa? Fale pra mim nos comentários quais são seus maiores desafios e o que você ainda precisa fazer dessa lista!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Jéssica BarbosaEscrito por Jéssica Barbosa em 22 de abril de 2019
Contato

Vamos conversar sobre seu próximo projeto? Qual a sua necessidade?