Como usar e-mail marketing para vender de forma eficaz

Aprenda técnicas para vender por e-mail marketing, educando e guiando sua lista de contatos para gerar mais conversões para o seu negócio.

e-mail marketing

O e-mail marketing é uma das formas mais saudáveis de estabelecer contato e relacionamento com seus clientes em potencial. Contudo, você deve imaginar que a atenção do usuário que recebe sua oferta é limitada, e o espaço da caixa de entrada é altamente disputado.

Sendo assim, qual é a melhor forma de vender meus produtos ou serviços por e-mail? Por onde começar? Como começar?

60

Hoje no blog da Fresh Lab vamos compartilhar algumas instruções básicas para que você tenha uma visão melhor de como essas campanhas funcionam e quais são os resultados que você pode esperar disso.

Mesmo que alguns ainda pensem que campanhas de e-mail marketing não funcionam ou que não dão resultado, existem pessoas que já descobriram o potencial dos disparos de e-mail para gerar novos negócios para as empresas.

E-mail marketing eficaz

O poder dos disparos de e-mail marketing está exatamente na forma em que a informação é entregue e também no conteúdo dos e-mail’s. Podemos dizer que os objetivos principais de campanhas de e-mail marketing são três: aumentar suas vendas, gerar mais visitas ao site ou formar relacionamento.

Esses três objetivos são importantes e podem depender uns dos outros em casos específicos.

Vamos supor que você tem uma loja virtual de produtos de papelaria e que seu produto mais caro seja R$199+frete. Para realizar a sua campanha de e-mail marketing, mesmo com conteúdo relevantes, a decisão de compra do usuário não leva muito tempo. Logo, esse tipo de usuário logo vai decidir pelo seu produto e passar para a próxima compra que julgar necessária.

61

Acertando a periodicidade, o conteúdo e linguagem, é provável que o e-mail marketing gere vendas sem que você tenha muito trabalho com isso.

Contudo, se você é dono de uma imobiliária, o processo de decisão de compra é mais longo, ou seja – seu lead precisa de mais atenção, mais conteúdo. Ele precisa confiar na sua marca e o e-mail é uma boa forma de fazer isso.

Independente do valor da aquisição do seu tipo de cliente, saber como atingi-lo por meio do e-mail marketing pode criar um novo canal de vendas para a sua empresa.

62

Mas vamos por partes. É hora de falar de cada um dos objetivos separadamente para que você possa entender melhor como tudo isso funciona e como pode ser útil para você.

Visitantes para o seu site

Um dos objetivos das campanhas de e-mail marketing é atrair um número adicional de novos visitantes à sua página ou website. Geralmente, essas campanhas servem para ações em que a empresa quer aumentar o reconhecimento da marca, explicar um novo conceito de um produto, fazer uma oferta que pode ser concluída no site ou realizar uma compra – no caso de e-commerces.

É muito importante lembrar que para ter resultados efetivos em campanhas assim, é fundamental que seu site seja uma boa página de destino para o usuário.

63

Qualquer que seja o conteúdo a ser entregue, certifique-se de que você está proporcionando uma boa experiência com a sua marca.

E o mais importante: seu conteúdo deve ser valioso, ensinar e inspirar sua lista de contatos. Esse tipo de ação é uma das formas mais saudáveis de tornar sua marca relevantes aos seus potenciais clientes.

Criar relacionamento

A criação de relacionamento por meio de campanhas de e-mail marketing é um objetivo trabalhoso – as vezes, muito conteúdo precisa ser gerado até que se resulte em uma conversão.

Contudo, se você consegue criar, manter e aprimorar o relacionamento que tem com sua base de contatos, você terá em mãos uma lista de pessoas que estarão, em algum momento, preparadas para comprar seu produto ou contratar seu serviço.

Independente do seu tipo de negócio – do ramo imobiliário até a indústria, trabalhar com a criação de relacionamento com sua base de e-mail’s é algo que pode surpreender. Se trabalhar com o conteúdo certo, mantendo seu cronograma de disparos em dia e entendendo os resultados, essa estratégia pode ser uma mina de ouro.

64

É possível sim criar relacionamento com sua lista de e-mail’s – independente de quão “fria” ela esteja (ou seja, quanto tempo você não manda nada para aquelas pessoas).

Pense que, em alguns casos, criar relacionamento com a lista é fundamental para que as pessoas cheguem a pensar em obter sua oferta. Vamos pegar novamente o exemplo das imobiliárias: existem cases de marketing digital no mercado imobiliário que relatam vendas de imóveis que foram feitas com campanhas de e-mail marketing.

Mas falando assim, parece simples. Geralmente, as pessoas se espantam com esses resultados pois pensam que o processo é simples. E ele bastante trabalhoso, na verdade.

Imagine que você precisa gerar conteúdos relevantes para pessoas que estão interessadas em adquirir um imóvel na cidade de Curitiba. Depois que você elabora a pauta, você precisa definir um funil de conversão e saber em qual momento desta trilha o usuário estará mais receptivo a receber uma oferta ou um telefonema.

Configurar essa trilha (que geralmente é de automação, tema para outro post) exige uma visão não tão simples.

De qualquer forma, o fruto deste trabalho é conversão a médio e longo prazo. Alimentar uma lista com conteúdo relevante até que ele esteja pronto para adquirir uma oferta (seja ela qual for) é um trabalho de meses e que pode sofrer grandes alterações conforme a campanha for ganhando forma.

Pode apostar: as empresas que criam relacionamento com sua base de e-mail’s tem nas mãos um canal de vendas poderoso.

Aumentar suas vendas

Você deve estar pensando que na verdade este é o objetivo principal de qualquer campanha de marketing: aumentar as vendas. Bom, pode até ser que seja – as vezes de forma direta ou indireta, mas não sempre.

Ter uma base de e-mail’s potencialmente pronta para adquirir seu produto ou serviço depende diretamente do cumprimento de pelo menos um dos dois objetivos citados anteriormente.

65

Ou eles já visitaram o seu website e pediram para receber oferta por e-mail, ou você se relaciona com ele por meio de conteúdos e newsletter’s.

Nos dois casos, o lead pode ser considerado “quente”: ele considera comprar seu produto ou serviço se você oferecer.

Geralmente, campanhas de e-mail marketing com esse objetivo antecedem ações pontuais, como ofertas de Black Friday, promoções, etc. Ações curtas com retorno quase imediato.

Claro que nem todo mundo da sua lista pode adquirir a oferta de primeira. Pode ser que você tenha que colocá-la em um fluxo de automação onde são feitas outras tentativas, com descontos ou outras vantagens.

Como você pode ver, as ações de e-mail marketing podem sim gerar resultados para você, seja qual for seu objetivo de negócio. Confira outros post’s da Fresh Lab sobre e-mail marketing.

66

Curtiu este conteúdo?

Comentários
BoniEscrito por Boni em 06 de janeiro de 2017
Contato

Vamos conversar sobre seu próximo projeto? Qual a sua necessidade?