Landing Page

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis sed cursus sapien, vitae fringilla sem. Duis convallis vel nunc at laoreet.

  • Lorem ipsum dolor sit amet

Our Amazing Work

We build the real value

Our Amazing Work

We build the real value

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis sed cursus sapien, vitae fringilla sem. Duis convallis vel nunc at laoreet.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Premium Slider Revolution

To help you design even faster, there is a growing array of beautiful premium Slider Revolution templates integrated into Ark. All example sliders you find below are included.

Great Performance

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings.

Premium Slider Revolution

To help you design even faster, there is a growing array of beautiful premium Slider Revolution templates integrated into Ark. All example sliders you find below are included.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Big Heading

Woman driving his modern car at night in a city

Marketing Digital para Auto Escola – Dicas Fresh Lab

Separamos excelentes dicas de marketing digital para auto escola hoje no blog da Fresh Lab. Veja algumas ações práticas para conquistar mais alunos em busca da CNH em sua cidade!

Olá amiga(o) leitora(o) do blog da Fresh Lab, tudo bem? Hoje o segmento escolhido para receber algumas dicas de marketing digital são escolas de habilitação!

Em primeiro lugar, acreditamos que você precisa saber que investir na internet é escandalosamente mais barato do que investir em mídia offline.

Algumas auto escolas ainda estão presas à esse modelo de publicidade sem dar oportunidades para o marketing digital. Contudo, muitos ainda não consideram que mesmo as mídias offline levam pessoas a procurar por você no Google!

Por exemplo, vamos imaginar que você invista R$4.000 em um anúncio de rádio para promover a sua auto escola. As pessoas que se interessarem por sua oferta não necessariamente vão ligar para sua empresa. Antes elas vão procurar por você no Google.

É aí que nossas dicas podem ser valiosas para conquistar mais resultados para sua auto escola. Integrar marketing digital e mídias tradicionais pode ser uma boa forma de sair na frente de concorrência.

Bom, colocados os primeiros pontos, vamos às dicas práticas.

Marketing Digital para Auto Escola

É importante ressaltar que algumas estratégias sugeridas neste conteúdo podem exigir que você tenha um website para receber os visitantes. Entendemos que se você esperar gerar negócios pela internet, o básico é investir em um website voltado para conversões e levar a presença digital a sério.

Google Ads

Ah…o primeiro lugar do Google. Algumas pessoas certamente devem sonhar com isso de tão desejada a posição na pesquisa. Realmente, aparecer em primeiro lugar para pessoas que estão em busca de algo relacionado ao seu negócio é bastante assertivo e traz várias possibilidades de conversão.

A questão é que não é muito simples conquistar boas posições no Google. Aqueles que estão lá para “auto escola em Curitiba”,  já devem estar trabalhando em campanhas patrocinadas no Google Ads a um tempo. Isso já os coloca a frente de quem ainda não está fazendo nada.

Incluir anúncios na Rede de Pesquisa e Display do Google pode trazer mais pessoas para o seu website.

Vale lembrar que no caso de auto escolas, as pessoas não necessariamente se tornarão suas clientes após o primeiro clique na campanha.

Considera a “janela de aquisição”, que significa o tempo que uma pessoa decide para comprar um produto ou serviço, desde a primeira vez que foi impactada por uma publicidade online.

Geralmente, a janela de aquisição cresce proporcionalmente ao valor da compra. Por isso, investir apenas em um tipo de anúncio pode não resolver sua questão. É preciso criar alguma forma de relacionamento com os seus clientes em potencial.

Ficha Google Meu Negócio – Criação e Manutenção

Lembra que no início do texto nós falamos que se alguém ouve sua propaganda no rádio? Ela vai correndo buscar por sua empresa no Google se estiver interessada em mais informações.

Pois bem, uma boa ficha no Google Meu Negócio vai garantir que você entregue as informações mais relevantes do seu negócio em uma experiência rápida nos resultados de busca do Google.

Facebook

O Facebook é uma boa rede para criar relacionamento e interesse de compra por parte do seu público alvo na internet.

Além de ser uma excelente forma de construir uma base de leads, mantém a página ativa e faz com que paguem cada vez menos por postagem.

Impulsionar publicações no Facebook é fazer com que mais pessoas vejam as suas postagens. Com maior investimento em cada postagem, você aumenta o alcance de público e consequentemente, as possibilidades de conversão.

O Facebook Ads ainda oferece anúncios específicos para geração de cadastro e cliques no site.

Cuidado com as avaliações

marketing digital para auto escola

Já imaginou um cliente em potencial lendo uma avaliação como essa?

A prova social é algo muito forte atualmente na internet. Por isso é tão importante cuidar da sua reputação digital. Não adianta investir em marketing se as pessoas falam mal da sua auto escola na internet.

Ter avaliações negativas e sem um posicionamento da empresa é muito ruim na visão de quem está pensando em fazer um negócio com você.

Por isso, nossa sugestão é estabelecer uma rotina para conferir os comentários. Você também pode incentivar novas avaliações positivas de alunos satisfeitos.

Inbound Marketing – o supra sumo do marketing digital

Você já parou para pensar quantas pessoas buscam por conteúdos relacionados à auto escola, todos os dias no Google?

São centenas de milhares de pesquisas de pessoas com dúvidas para adquirir sua CNH. Cadê sua empresa nessa hora entregando um conteúdo inteligente e esclarecedor para essa pessoa?

O Inbound Marketing é um conjunto de técnicas que identifica termos de pesquisa comuns entre nosso público de interesse e entrega pautas com respostas dentro do nosso site.

Sendo assim, quando uma pessoa busca “quanto tempo demora para tirar a carteira”, o seu conteúdo de blog deve estar bem posicionado para esclarecer a dúvida do usuário.

Essa é uma forma muito saudável de atrair um tráfego qualificado para o seu site! Ainda estão no começo do processo de aquisição, mas estão em contato com sua empresa e sabem que no seu site podem encontrar respostas.

WhatsApp Business

Alguém notou como o WhatsApp tomou um espaço enorme na vida de todos nós? O dia todo nos falamos por essa ferramenta, que também tem sido ótima para converter em novos negócios e vendas.

É importante disponibilizar um canal de contato via WhatsApp para que seus clientes. Certamente é uma boa forma de tirar as dúvidas da pessoa no momento em que ela está interessada.

É claro que você ainda pode ter aquele formulário de contato lá no seu site. Depois de 4 ou 5h que a pessoa enviou, já “esfriou” a ideia e você pode ter perdido uma grande chance.

Ferramentas como o WhatsApp Business estão disponíveis justamente para servir ao empreendedor que busca converter nos canais onde o cliente em potencial está.


Toda semana publicamos conteúdos direcionados para vários segmentos. Não vá embora sem deixar o seu comentário e até o próximo post!

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Quanto custa desenvolver um aplicativo?

Quanto custa para desenvolver um aplicativo? Essa a dúvida mais recorrente para quem deseja criar um app. Apesar de parecer simples, essa questão é bem complicada de responder. O problema é que existem muitos fatores envolvidos no desenvolvimento de um aplicativo móvel.

A mão de obra é só o primeiro e mais básico desses fatores. Existe uma diferença muito grande entre contratar um freelancer de uma equipe de desenvolvimento e contratar  uma agência especializada em apps, por exemplo. Ter um aplicativo que exige um servidor back-end estruturado ou APIs integradas pode variar drasticamente o valor de um app que é totalmente autônomo. E claro que os custos podem variar de acordo com cada solicitação.

Como saber se esse valor que estou pagando é justo? Será que está barato ou caro? Essas são outras dúvidas que ficam na cabeça de quem solicita o desenvolvimento de um aplicativo. Até porque, quem está investindo nesse serviço, vai preferir um ROI que seja ao menos satisfatório.

Confira algumas variáveis que no preço do desenvolvimento de aplicativos:

Qualidade: Na prática, todos os aplicativos devem sempre ter ótima qualidade e atender às expectativas de quem solicita. A equipe necessária para desenvolver uma aplicativo envolve, basicamente, um programador (às vezes, um para Android e um para iOS), um gerente de projetos, um designer, um desenvolvedor web e um desenvolvedor backend (alguns desenvolvedores web também conseguem desenvolver o backend). Muitas vezes, as empresas não contam com uma equipe completa, nem com profissionais especializados para fazer o desenvolvimento. Por isso, oferecem preços mais baratos mas a qualidade fica comprometida. Dessa forma, quanto maior o nível de qualidade que o aplicativo tiver, mais caro ele fica.

Design: Esse quesito afeta diretamente em como será a experiência do usuário ao utilizá-lo. Isso pode determinar o fracasso ou o sucesso do aplicativo. Isso porque os usuários desejam algo que facilite a vida deles, não que complique mais ainda.

Monetização: Existem alguns tipos de monetização de aplicativos. Podem ser gratuitos e incluir publicidade. Podem ser pagos e oferecer serviços como mensalidades e pacotes. Ainda existem aqueles que permitem vendas dentro do aplicativo, como um e-commerce, que pode ser considerado um dos tipos mais caros. Isso porque é preciso garantir um certo nível de segurança nas negociações efetuadas dentro do desse tipo de app.

Login e perfil de usuário: Normalmente, a maior parte dos aplicativos exigem inicialmente que o usuário realize um cadastro e um login antes de utilizarem as funcionalidades disponíveis. A necessidade de o usuário ter de fazer login no aplicativo usando o e-mail e/ou redes sociais e a criação de um perfil também encarece o valor.

Integração com website e painel administrativo: Muitas vezes, o app em si é apenas a ponta do iceberg da solução completa. Dessa forma, é normal haver integrações com websites e painéis administrativos que alimentam seu conteúdo, processam e fazem toda a tutoria dos dados que são apresentados no aplicativo.

Multilíngue, bilíngue ou uma única linguagem: Quais idiomas ele vai suportar? Será um app inglês/português? Essa questão é importante porque preparar um aplicativo que suporte mais de um idioma é trabalho adicional no processo de desenvolvimento e, talvez exija até um tradutor/intérprete profissional. Por isso, nesse caso, o valor aumenta também.

Esses são apenas os elementos básicos.  Mesmo assim já dá para se ter uma ideia do que se deve considerar na cotação. Isso sem esquecer que o custo para um aplicativo envolve UX, concepção, desenvolvimento, gestão inicial do projeto, entre outros. Terá ainda um orçamento mínimo exigido para atualizações contínuas e até mesmo alguns custos de servidor.

Como você viu, são muitos os fatores que devem ser levados em conta quando vamos calcular o custo de um aplicativo. Por isso, não acredite em orçamentos que apresentem valores muito atrativos. O melhor é confiar o desenvolvimento do seu aplicativo a quem realmente entende do assunto e possui cases de sucesso para provar isso. Uma agência como a Fresh Lab! Acesse nosso site, confira nossas soluções e solicite um orçamento sem compromisso. Converse com nosso time sobre seu aplicativo e receba uma proposta personalizada especialmente pensada para a sua ideia.

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Quando devo fazer um aplicativo?

O desenvolvimento de um aplicativo móvel normalmente ocorre partindo de uma grande ideia. Ok até aí, mas como saber exatamente quando devo fazer um aplicativo? Antes de começar o processo de criação de um aplicativo, é necessário responder a algumas perguntas básicas. Assim que você tiver a solução dos seguintes itens, é a hora de iniciar o desenvolvimento do seu aplicativo.

Objetivo

Qual é o seu verdadeiro objetivo com a criação desse aplicativo? Promover a empresa? Divulgar sua marca? Alavancar o negócio? Ou a meta é aumentar o lucro? Logicamente, ninguém pensa em criar um aplicativo sem levar em conta a rentabilidade. Mas o importante é definir se você enxerga a rentabilidade do seu aplicativo como resultado ou como objetivo do negócio. É interessante saber que há diversas maneiras de se ganhar dinheiro com um aplicativo, independente do seu objetivo. Entre essas maneiras estão a venda do aplicativo em si, os anúncios publicitários e as compras dentro dos próprios aplicativos. Mas existem uma gama de outras possibilidades. 

Orçamento

Além disso, geralmente o custo de criação de um aplicativo é bastante elevado e o tempo para o desenvolvimento é longo. Muita gente investe dinheiro e tempo em um aplicativo e, ao lançar, descobrem que não existe mercado ou então que a solução não resolve nenhum problema. Para evitar que isso aconteça e criar inovações de alto impacto, o desenvolvimento de um produto mínimo viável (MVP) é fundamental. Isso porque, é assim que definimos as features principais que o projeto deve conter, sem perder tempo com outras demandas secundárias que não impactam diretamente no lançamento do projeto, fazendo assim com que o cliente tenha uma redução considerável nos custos com o desenvolvimento, diminuição no tempo necessário para o lançamento do projeto. Lançar o projeto em teste (beta) é uma boa maneira para receber os feedbacks do mercado sobre o seu projeto e possíveis melhorias. Se você ainda não sabe bem como o MVP funciona, já falamos sobre esse tema aqui.

O valor a ser investido depende do tipo e funcionalidade que você quer para seu app. Dessa forma, quanto mais complexo, mais caro ele poderá ser. Mesmo que aplicativos sejam desenvolvidos por partes, cada uma demanda um investimento diferente. Não esqueça que para publicar um aplicativo também há custos, e alguns apps ainda precisam de manutenção para continuar funcionando.

Público alvo

Isso é fundamental, porque ele é que vai impulsionar seu app ao sucesso ou ao fracasso. Para conhecer seu público, o ideal é investir em pesquisas e interações com os usuários. As plataformas usuais a seus potenciais usuários, o que esperam dos aplicativos móveis e suas necessidades são temas a ser considerados. Por isso, quando fizer sua pesquisa de mercado, busque saber o que as pessoas mais procuram, se usam aplicativos parecidos com a sua ideia, se estes são gratuitos ou pagos e até se são aplicativos sazonais. Avalie seus futuros concorrentes e monte uma estratégia com pontos fortes e fracos, para antecipar possíveis dificuldades durante o desenvolvimento. Aplicativos que atendem às expectativas dos seus usuários tendem a se tornar populares e geralmente alcançam o sucesso.

Quando já estiver com todos os tópicos bem definidos, é preciso procurar uma empresa especializada no ramo (como a Fresh Lab, claro), para que ela coloque seu aplicativo em ação. Não precisa ter um grande conhecimento técnico no assunto, mas é essencial saber transmitir ao desenvolvedor sua ideia do aplicativo. De preferência, com o máximo de detalhes que forem possíveis. Não esqueça que quanto maior a utilidade de um aplicativo, maior é a chance que ele torne-se um sucesso.

Com a resposta a  essas questões em mãos, você está pronto para começar o desenvolvimento do seu aplicativo. Procure oferecer um app criativo, de fácil utilização e com ótimo desempenho. E lembre-se: não existe mágica para o sucesso, inovar é que faz a diferença.

Quer dar início ao seu aplicativo móvel? Temos um time de desenvolvedores mobile com ampla experiência no mercado prontos a atendê-lo. Acesse nosso site e conheça nossas soluções e cases de sucesso!

 

Curtiu este conteúdo?

Comentários
marketing digital para decoração de festa infantil-02

Marketing digital para decoração de festa infantil – Dicas Fresh Lab

Buscando alternativas e soluções de marketing digital para decoração de festa infantil? Veja algumas dicas que vão ajudar você a colocar a mão na massa e conquistar mais clientes online.

O mercado de decoração de festa infantil é um tipo de negócio que pode ter clientes o ano todo. É tudo uma questão de conseguir aparecer para os pais certos no momento certo.

Parece difícil? Bom, certamente se fosse fácil todo mundo estaria fazendo.

Hoje vamos falar um pouco sobre o que você pode fazer em marketing digital para decoração de festa infantil. Veja algumas opções para empresas que tem site e também para quem ainda não pôde investir no desenvolvimento de um. Vamos lá?

Marketing digital para decoração de festa infantil

Bom, acreditamos que é importante dizer que os seus concorrentes que tem um bom website já estão um pouco na frente daqueles que não tem. Mas além disso, ter um website não gera negócio para ninguém. Certamente, é preciso construir uma boa presença digital para que sua empresa seja confiável.

Ainda assim, se você não tem um site próprio da sua empresa de decoração de festa infantil, pode ser que a internet ajude você à destacar sua empresa por meio das redes sociais. Mas antes vamos falar das estratégias possíveis se você tem um site.

marketing digital para decoração de festa infantil

Com Website

Anúncios no Google

A Rede de Pesquisa do Google é uma das melhores ferramentas para quem quer ser visto por cliente em potencial no momento da busca por soluções. O Google Ads é responsável por exibir anúncios patrocinados para pessoas que procuram no Google por “decoração de festa infantil”, por exemplo.

Como resultado, o mais recomendado é que você tenha um bom site para onde enviar esse tráfego originado dos anúncios.

Não vai adiantar nada você pagar anúncios no Google se o seu site não está otimizado para convencer e converter seus visitantes em clientes ou leads.

Considere também investir pelo menos R$800 mensalmente em mídia no Google, pois essa é uma rede que tem seu custo por aquisição mais alto. Para ter resultados significativos é preciso investir um bom valor e ter uma boa performance.

Inbound Marketing – Conteúdo de blog

Tendo um website, você tem um espaço só seu para publicar seu conteúdo da forma que quiser. Assim como estamos fazendo aqui no blog da Fresh Lab.

A área de blog do seu site é o ambiente ideal para mostrar para as pessoas que sua empresa é especialista em decoração de festa infantil. Escrevendo sobre conteúdos mais buscados relacionados ao seu negócio, as pessoas encontram você como resposta e solução dos problemas.

Veja alguns exemplos de pautas de conteúdo que podem ser interessantes para o seu blog:

  • Dicas para organizar uma festa em casa
  • Decoração para festa de 1 aninho – como escolher
  • Decoração infantil de personagens – veja as últimas tendências
  • Como organizar uma festa infantil
  • Ensaios infantis para se inspirar

Percebe como esses conteúdo são nitidamente perguntas simples e frequentes dos seus clientes em potencial? Pode ter certeza de que muitas pessoas procuram por esses termos – ou semelhantes, todos os dias no Google.

A ideia é que o seu conteúdo de blog também seja bem encontrado para essas buscas. O marketing digital para decoração de festa infantil também pode agregar muito conhecido na vida dos clientes. Publicações de conteúdo são perfeitas para isso.

Material para download gratuito

Uma dica extra se você tem um website. Que tal desenvolver e disponibilizar em seu website um material para download, em troca do e-mail ou celular do visitante?

Essa ação também é conhecida como “captação de leads”, e acontece quando provemos um conteúdo rico em troca de uma informação de contato.

Esse e-book pode ser algo simples como “Check list pronto para festa infantil” ou algo mais completo como “Guia Oficial da Festa Perfeita”.

O objetivo é fornecer essa recompensa e depois trabalhar esses leads em uma automação de marketing. A nutrição por meio do conteúdo é o que leva a conversão no momento ideal.


Sem website

Agora, vamos considerar você também que precisa de marketing digital para decoração de festa infantil mas ainda não pode investir no desenvolvimento de um website. As redes sociais podem ser nossas aliadas na conquista de novos clientes, porém o processo é mais trabalhoso e envolve mais investimento em mídia.

Considere ainda que quem tem um website também pode considerar essas ações em suas redes sociais.

Facebook

Em primeiro lugar, sabemos que o site azul está caindo em desuso com o passar dos meses, mas ainda consegue entregar ótimos resultados para alguns segmentos de mercado.

Para decoração de festas infantis, vemos que o Facebook tem potencial por dois motivos: publicações de página e grupos.

O público feminino de mães no Facebook é representativo demais para empresas como decoração infantil ignorarem.

Sendo assim, trabalhar com boas publicações em sua página, com fotos das festas e informações relevantes você consegue atingir um tipo de público que ainda não conhece o seu trabalho.

Da mesma forma, nos grupos você pode atuar com a divulgação “particular” do trabalho. Busque por pessoas pedindo recomendações de decoração infantil.

O ideal é sempre pensar em uma boa imagem e um bom conteúdo de texto para divulgar no Facebook. E também, quando estiver em sua página, impulsione publicações para que sejam visualizadas por mais pessoas.

Pinterest

Você já buscou no Pinterest por “decoração de festa infantil”? 

Os resultados são praticamente infinitos. Em meio à tantas inspirações, é possível encontrar algumas empresas que criaram e mantém seus painéis ativos nesse canal com o objetivo de atrair novas clientes.

Essa é uma estratégia excelente, pois hoje o Pinterest é uma das redes sociais mais utilizadas para o processo de aprendizado e descoberta. Quando as pessoas estão buscando por inspirações relacionadas ao que querem comprar.

A estratégia aqui é criar painéis segmentados pelos tipos de serviço que sua empresa presta, e semanalmente alimentar com fotos nomeadas com palavras-chave relacionadas ao seu negócio.

Sendo assim, isso não apenas influencia nos resultados de pesquisa do Pinterest, como é exibido também na aba “Imagens” do Google.

Youtube

Provavelmente o Youtube é uma rede que pode ser interessante para você, caso você possa investir um pouco mais de tempo no marketing digital para decoração de festas.

Desde criar conteúdos relacionados, até filmagens de produções e decorações. Os conteúdos em vídeo são excelentes para prender a atenção das pessoas e tornar sua mensagem mais forte.

Também é interessante a criação de um vídeo institucional da empresa.


#DicasExtras

  1. Busque parcerias com buffets infantis: duas empresas, as vezes, pensam melhor do que uma. Que tal encontrar alguns buffets infantis dispostos a divulgar simultaneamente seu negócio. Os clientes que decidirem pelo buffet parceiro tem algum tipo de cortesia ou desconto se contratarem a decoração pela sua empresa.
  2. Banque a decoração de festas infantis de filhos pequenos de influenciadores: que tal ganhar o coração de um(a) grande influenciador(a) presenteando seu filho com a decoração completa de sua próxima festa? Pode apostar que isso vai virar muito conteúdo nas redes sociais.

E então, o que achou dessas dicas? Alguma que já dá para colocar em prática? Deixe seu comentário!

Marketing digital para decoração de festa infantil e muitos outros segmentos disponíveis para você aqui no blog da Fresh Lab.

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Quando devo fazer um MVP?

Afinal, quando devo fazer um MVP? Calma, vamos por partes. Como já vimos anteriormente, o MVP vem do inglês e significa Minimum Viable Product, ou, em português, Produto Mínimo Viável. Suas três características principais envolvem:

Valor imediato para ser utilizado de forma imediata pelas pessoas

Atração de  usuários, ainda que em sua fase inicial;

Permitir ao produtor acompanhar feedbacks que ajudem na conclusão do produto final.

O MVP é uma estratégia muito utilizada por empreendedores para verificar hipóteses relativas a um produto. Sua utilização permite o ajuste de detalhes, verificação da viabilidade e da aceitação do produto pelo mercado.

Empreendedores que utilizam essa técnica, conseguem reduzir custos e aproveitar o melhor de seus produtos. Então, vale a pena construir seu MVP para ter melhores resultados, seja com seus produtos físicos ou digitais.

Indo direto ao ponto, o momento ideal para se fazer o MVP é na fase de idealização do produto. Se o empreendedor tem uma ideia de negócio potencialmente lucrativo, é hora de partir para o desenvolvimento de sua versão de testes.

É importante destacar que o MVP foi idealizado para ser barato, prático e construído no menor tempo possível. Por isso, é essencial que você trabalhe no sentido de entregar ao público um produto minimamente funcional, com todas as suas características mais básicas.

Não adianta, por exemplo, entregar ao cliente uma roda, indicando que o próximo passo da empresa é produzir um carro. A roda, por si só não corresponde a nenhuma das características básicas de um veículo.

Se você ainda está em dúvida quanto ao desenvolvimento de um MVP ou mesmo quando é o momento certo de começar o seu, deixe seu comentário.

Ah, e claro que, se você já acha que está na hora de desenvolver o seu mas não tem o menor jeito para isso, nós podemos te ajudar. Temos soluções completas e personalizáveis para o seu tipo de negócio. Visite nosso site e confira!

Curtiu este conteúdo?

Comentários

O que é MVP?

Já ouviu falar em MVP? Calma, não é palavrão! Trata-se de uma sigla para Minimum Viable Product (ou Produto Minimamente Viável). É um conjunto de testes primários para testar a viabilidade de um negócio. Portanto, são vários testes práticos que são desenvolvidos, levando o produto a um grupo selecionado de pessoas. Estamos falando de um produto com o mínimo de recursos possíveis, desde que (em sua totalidade) mantenham a função de solução ao problema para o qual foi criado. Por isso, o empreendedor deve oferecer o mínimo de funcionalidades para conhecer, na prática a reação do mercado, a visão do cliente sobre seu produto e se ele realmente soluciona o problema do consumidor.

Contudo, é preciso que fique claro que o MVP não tem nada a ver com entregar um produto mal acabado antes de concluí-lo e jogá-lo permanentemente no mercado. Não é entregar um software cheio de falhas para que os clientes apontem os problemas. Portanto, é entregar um software que retrate o produto final que está para ser pronto, numa versão mais seca, mas que assim mesmo já é capaz de resolver o problema para o qual foi desenvolvido.

Dicas para montar o passo a passo do seu MVP:

Como primeiro passo, o ideal é investir em uma landing page. Ela servirá para demonstrar o produto pela primeira vez ao mercado (mesmo que seja em teoria). Dessa forma, sua meta principal é captar leads que servirão de cobaia no processo de validação posterior.

O segundo passo é tirar, a partir das primeiras manifestações dos seus leads, as possibilidades de testes, referenciais ou métricas que serão utilizadas para o desenvolvimento. Então serão desenvolvidos os parâmetros para testes, as expectativas do retorno e qual o perfil de cliente o produto alcança.

Só depois dessas duas etapas iniciais é que você poderá pensar no desenvolvimento de um MVP para ser submetido a testes. Não esqueça que a meta é gastar o mínimo de recursos possíveis. Isso sem permitir que o produto deixe de ser  o que deve ser para se tornar apenas um conjunto de funções incoerentes.

Cuidados no desenvolvimento do MVP:

  • Trabalhe em um grupo limitado de leads (ampliá-lo demais pode fazer com que sua ideia seja roubada).
  • Atente aos dados do mercado, não tente interpretar o que você quer ouvir.
  • Alguns produtos se encaixam perfeitamente ao mercado, sem que seja necessário comprovar isso com testes.

Seus produtos tem um Produto Minimamente Viável como protótipo para buscar a aprovação do mercado? O modelo serve para mostrar que, quando se trata de lançar um produto inovador, menos é mais. Mais certeza de espaço, mais qualidade de produto, mais chance de melhoria e menores gastos prévios.

Você já usou o conceito MVP na sua empresa? Conte como foi a sua experiência nos comentários!

Achou complicado demais? Podemos te ajudar: confira nossas soluções e comprove nossos resultados!?

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Aplicativo – Como elaborar o escopo da minha ideia

O detalhamento do seu aplicativo, também conhecido como escopo, é extremamente importante para o entendimento da aplicação. É por meio dele que conseguiremos levantar tudo o que irá compor o seu projeto, viabilizando assim a definição do custo e prazo. Por isso, invista tempo na explicação do seu projeto, a qualidade desse documento é que irá definir a entrega final.

Antes de mais nada, recomendamos uma pesquisa profunda para saber se sua ideia já não existe (estado da arte) e se ela é viável. Isso porque o investimento para o desenvolvimento de um aplicativo não costuma ser muito acessível se o aplicativo não tiver um objetivo estabelecido e com retorno garantido.

Por isso, nossa dica para quem quer esboçar um escopo é pesquisar bastante. Busque mais informações sobre sua ideia, fazendo um planejamento, considerando o quanto pode ser investido. Descreva o escopo com o máximo de detalhes possível.

Agora, a primeira coisa a se fazer é colocar no papel tudo o que você gostaria que tivesse no aplicativo. Por exemplo: uma tela com um texto sobre a empresa, uma tela com a lista de produtos com imagens e detalhes do produto, entre outros requisitos que você desejar.

Pense que você precisa vender sua ideia e fazer com que outra pessoa entenda de forma clara exatamente o que você tem em mente. Por isso é bom colocar tudo no papel e escrever de forma detalhada, se preciso, até com os desenhos das telas desejadas quando for apresentar seu escopo. Isso garante que entendam sua ideia. Feito isso, é só mostrar seu escopo às empresas desenvolvedoras.

Um escopo mal feito pode causar problemas, como:

  • Provavelmente o projeto ficará diferente do que foi solicitado
  • O processo todo poderá ultrapassar o prazo estabelecido
  • Podem surgir custos adicionais para corrigir o projeto
  • Pode surgir tensão entre a empresa e o cliente.

O sucesso do desenvolvimento do seu projeto é diretamente ligado à qualidade do escopo. Nossa equipe usará esse documento para iniciar a produção. Também é por meio dele que o ocorre a avaliação da conformidade da entrega do que foi solicitado.

Contratar a criação de um projeto sem definir um escopo é como construir uma casa sem a documentação arquitetônica/estrutural. Sendo assim, provavelmente você não vai receber o que solicitou. Além disso, ainda terá dores de cabeça durante todo o processo.

Somos especializados na criação e desenvolvimento de aplicativos para Android (Google) e iOS (Apple). Criamos projetos de pequeno, médio e grande porte.

Tenha um projeto seguro, moderno e que funcione corretamente. Acesse nosso site http://www.freshlab.com.br/ e confira nossos cases de sucesso e as soluções que oferecemos para o seu aplicativo.

Curtiu este conteúdo?

Comentários
86480_13463

Marketing Digital para loja de veículos – Dicas Fresh Lab

Certamente você já entendeu que boas ações de marketing digital para loja de veículos são fundamentais para trazer mais vendas para seu negócio. Separamos algumas dicas interessantes para você que quer usar o poder da internet para vender mais veículos!

Como atrair mais clientes para sua loja de veículos ou revenda? Essa é a pergunta que todos querem a resposta – e que infelizmente não é algo tão simples assim de responder.

Isso porque, quando falamos de marketing digital, temos que ter em mente que cada tipo de negócio terá suas próprias estratégias. O que dá resultado para outra empresa pode não ser o mais indicado para você.

Mas vamos para a parte prática, ok? Vamos selecionar algumas ações de marketing digital para loja de veículos que podem trazer uma certa visibilidade para seu negócio em curto, médio e longo prazo.

Marketing Digital para loja de veículos

Uma coisa é certa. Mesmo que sua loja de veículos não faça nada de marketing, pode ter certeza que as pessoas procuram pelo nome da sua loja no Google quando querem alguma informação sobre seu negócio.

Ou seja, mesmo que você esteja hoje anunciando em mídias offline, como rádios (o que é bem comum para esse segmento de automóveis), você precisa ter uma boa presença digital. Isso faz parte do processo de decisão dos seus clientes em potencial.

Vamos começar pelo básico

Faça uma ficha no Google Meu Negócio

Essa é uma dica que publicamos para quase todos os tipos de segmento, pois é importante para quem quer ser bem encontrado no Google.

Criar um ficha no Google Meu Negócio com as informações da sua loja de veículos traz um ótimo resultado para quando pessoas procuram especificamente pelo nome da sua empresa no Google.

marketing digital para loja de veículos

Como o exemplo que citamos anteriormente: pode ser que você seja um anunciante de rádio que está em busca de novos clientes, e essa mídia pode dar resultado para você. Mas considere, que sem dúvida as pessoas vão procurar por você no Google, para saber o seu telefone. E aí, com sua ficha do Google Meu Negócio você consegue entregar tudo que a pessoa precisa para fazer um contato com você. É uma ação que complementa todas as outras.

Portais de revenda

Claro que para você vender sem intermediários é muito mais interessante. Mas para termos de visibilidade é muito mais interessante você estar inserido em portais que já são conhecidos. Além disso, esses portais já tem a confiança dos usuários.

Página no Facebook

Temos um case de sucesso na Fresh Lab de uma loja de carros. Por meio do Facebook e seu website, conseguimos melhorar muito seus resultados em vendas e sua presença digital.

Mesmo que você tenha uma página meio abandonada, o Facebook é um canal para investirmos em mídia. É hoje uma das melhores em custo-benefício e alcance de público.

As nossas sugestões são publicações contendo fotos ou vídeos dos veículos e uma descrição com as informações importantes sobre o carro. Você pode usar muitos caracteres no modo postagem do Facebook, então insira as informações que você considera importantes.

Se optar por vídeos, o engajamento pode ser ainda maior – e dá mais detalhes sobre o produto. Não precisa ser nada muito profissional! Teste e veja como os resultados começam a aparecer.

Avaliações

Ter boas avaliações no Google Meu Negócio e no Facebook é um fator de peso na decisão de compra de um cliente. Você mesmo, já se interessou por algum produto ou serviço, e quando buscou na internet encontrou avaliações ruins que o fizeram desistir?

Saiba que isso acontece na maioria dos casos. Por isso, colher avaliações positivas dos seus clientes é fundamental para ter uma boa presença digital e atrair mais clientes.


OBS: Se você não tem um website

Para uma loja de veículos, é importante ter um site pois ele servirá como um catálogo de produtos. As pessoas poderão conhecer melhor o que você tem a oferecer.

Ainda assim, é válido fazer marketing digital para loja de veículos em redes sociais. O público está ativo nesses canais e isso pode trazer visibilidade para sua revenda. Contudo, consideramos que as lojas que possuem um website tem vantagens diante de quem está decidindo.

Resumindo

Ter uma boa ficha no Google Meu Negócio, impulsionar no Facebook as postagens dos veículos e colher boas avaliações podem ser o que você precisa para trazer mais vendas por meio da internet.

Não vá embora sem deixar o seu comentário do que achou desse conteúdo! E até o próximo segmento!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
marketing digital para pousada-01

Marketing Digital para Pousada – Dicas Fresh Lab

Hoje vamos compartilhar com vocês algumas dicas de marketing digital para pousada. Afinal de contas, a internet está cheia de possíveis hóspedes, e não importa o tamanho do seu empreendimento.

O que esperar dos viajantes?

Bom, eles podem ter alguns lugares preferidos ao redor do mundo, mas dificilmente vão sempre ficar hospedados no mesmo local. Para algumas pessoas, ficar em lugares diferentes é até mesmo parte da experiência de estar em uma viagem.

Por esse motivo, se você tem uma pousada, um hostel ou um hotel, é fundamental ter uma boa presença online. Hoje vamos dar algumas dicas do que fazer se você ainda não tem nada no digital, e como otimizar o que você já tem.

Marketing digital para pousada

A verdade é que existem vários tipos de ações digitais que se enquadram neste segmento de mercado. A ideia aqui não é você sair fazendo tudo de uma vez, mas priorizar o que é mais importante e ir otimizando e crescendo ao longo do tempo. Esse é o caminho.

Estamos considerando também que você pode aliar essas dicas com sites de reservas, como Booking, Trivago, etc, se você está nesses canais. Ainda assim, recomendamos que você não espere resultados apenas dessas mídias, mas que assuma o marketing do seu negócio e busque outras formas de atrair mais hóspedes. Especialmente se você está insatisfeito com seus resultados.

Vamos começar pelo básico.

Você vai precisar de um site

Pois é amiga (o). Chegou o momento de começar a amadurecer a ideia de investir em um bom website para o seu empreendimento.

Você já parou para pensar que os sites são geralmente conhecidos por “home”? Eles são a sua casa na internet, onde você recebe visitantes. É como se fossem uma representação do seu local físico.

Não é preciso dizer que se você der uma experiência ruim para um usuário no seu site ele vai preferir comprar com outra empresa, certo?

Entenda como experiência ruim um site desatualizado, com layout e estrutura antigas, não adaptado para dispositivos móveis e carente de design.

Se você quer investir em algo de valor, invista na construção de uma boa presença digital para sua pousada. E o básico para todos os casos é ter um bom website.

Além disso, com um bom website você já tem muito mais chance de ter o contato das pessoas que vão encontrar você. De nada vai adiantar criar campanhas em outras redes sociais e canais se o seu website é ruim.

Você precisa priorizar a produção de boas imagens para sua pousada

Isso também é primordial para ter a atenção dos seus hóspedes em potencial na internet. As imagens e vídeos são as melhores formas de mostrar para seus visitantes o que encontrar no local.

É por isso que você precisa investir em boas fotos. Tudo bem se você não puder fazer vídeos por enquanto, mas as fotos devem ser sua preocupação principal, antes mesmo de pensar em divulgação de marketing digital.

marketing digital para pousada

Crie sua ficha no Google Meu Negócio

Essa também é uma ação básica para tornar sua pousada mais confiável na internet. Com seu e-mail do Google, você vai criar uma ficha para sua pousada no Google Meu Negócio.

Essa ficha exibe todas as principais informações do seu local para usuários que fazem uma busca específica pela sua empresa. É também nesse local que você pode recolher avaliações dos seus hóspedes satisfeitos.

Quando você completar o cadastro, receberá em 15 dias uma carta de confirmação com um código para validar sua propriedade diante do Google. Você vai ver que pode inserir várias informações valiosas para seus visitantes.

marketing digital para pizzaria

Escolha uma rede social

Se você focar na produção de boas imagens para o seu negócio, o Instagram pode ser uma boa rede para você fazer o marketing digital da sua pousada. Isso porque os usuários do Instagram são muito mais receptivos à boas imagens do que imagens com textos. Ou propagandas.

Independente da rede social que você escolher, é preciso focar no engajamento com o público alvo. Para descobrir qual é o canal em que sua audiência está mais engajada, basta fazer algumas pesquisas de mercado/concorrentes e você vai facilmente encontrar empresas que já estão fazendo um bom trabalho.

O importante quando trabalhamos com as redes sociais é entender que precisamos engajar e entreter os usuários que estão conectados com a nossa página ou perfil. Para que isso aconteça, você não pode apenas focar em fazer propagandas do seu negócio. É preciso trabalhar também com a produção de conteúdo relevante e inteligente para sua audiência.

Iscas Digitais

Você já baixou algum material em uma página em que precisava deixar um e-mail para contato? Essa é uma ação com uma “isca digital”, que atingem pessoas interessadas em conteúdo – na fase de aprendizado e descoberta de um processo de aquisição.

No caso de pousadas, você pode trabalhar desenvolvendo materiais com curiosidades e informações úteis sobre o local onde sua pousada está. Que tal um e-book com “Guia do Mochileiro do Rio Grande” com várias dicas e indicações de bons lugares?

Você pode até mesmo propor uma parceria com estabelecimentos comerciais (restaurantes, baladas), para incluí-los em seu e-book e fazer um marketing mútuo. Enfim, são várias possibilidades.

Na prática, o que você vai precisar:

  1. Uma área no seu site que disponibilize o download e captação de contato
    OU
  2. Uma landing page desenvolvida especialmente para isso
    OU
  3. Uma campanha no Facebook, com o formato Geração de Cadastro, que permite que você hospede o conteúdo e pegue o e-mail do interessado dentro da rede.
  4. O material (conteúdo e layout) – você encontra vários modelos prontos disponíveis em sites como Canva ou Crello.

Nutrição de Leads

Depois de pegar o e-mail dessas pessoas, o que você faz?

Quando temos uma base de contatos que já se hospedaram conosco, é recomendado tornar a falar com essas pessoas por meio de uma nutrição de leads.

Nessa ação, você pode preparar uma newsletter mensal apontando para as promoções da sua pousada, conteúdos do blog ou convidando as pessoas para suas redes sociais. É sempre uma oportunidade de lembrar a pessoa como é bom viajar.

Você pode encontrar ferramentas gratuitas de disparo de e-mail na internet. Basta reunir a sua base e planejar o primeiro disparo.

Os e-mail’s também são interessantes para realizar pesquisas de satisfação sobre o local.

Link’s Patrocinados

Bom, ser encontrado no momento exato da busca de um possível hóspede é algo realmente atrativo para todos os tipos de pousadas e hostels. Por isso, além de estar nos portais de reservas, você pode fazer anúncios na Rede de Pesquisa do Google.

Anunciar no Google é uma ótima oportunidade, contanto que você tenha um bom site para receber esse visitante. Não vai adiantar atrair pessoas para um site que não carrega, ou não tem informações suficientes do local.

Para esta mídia, pode ser que você tenha que investir acima de R$300 por mês para ter resultados significativos, mas isso pode variar de acordo com a concorrência, quantas palavras você está comprando e qual é a praça que quer atingir.

De qualquer forma, se você não tem experiência com Google Ads, quando terminar a criação da sua ficha no Google Meu Negócio verá algumas opções de anúncios pelo Adwords Express. Essa é uma boa ferramenta para começar a anunciar e provavelmente você pode começar com R$150.

Conteúdo de blog

Essa dica é só para quem quer fazer um excelente trabalho de marketing digital para pousada no longo prazo. Conteúdos publicados em uma área de blog no seu site são uma das ações mais preciosas para sua empresa diante do Google.

Existem dezenas de assuntos que podem se relacionar com o seu negócio. E com certeza você tem muito conhecimento para compartilhar com seus hóspedes em potencial. Fazer sua empresa falar melhor na internet é a função do marketing de conteúdo.

Além disso, para os motores de busca, manter o seu site com um bom conteúdo frequente dá notoriedade para seu domínio e o posiciona melhor na busca orgânica.

Comece publicando um conteúdo por mês e comece a ver os acessos orgânicos do seu site subirem ao longo dos meses. É natural.

Influenciadores

Que tal pegar uma carona em um perfil de sucesso?

O marketing digital para pousada pode certamente atuar com esse tipo de influenciador, sem limitações geográficas! O que dá muito mais possibilidades.

Você pode identificar perfis de sucesso que tenham a ver com a sua pousada e que possam passar um final de semana gratuitamente no seu estabelecimento em troca de publicidade. Essa é uma das melhores formas de anunciar o seu negócio em um canal de audiência já engajada.

Faça uma pesquisa, no Instagram ou no Youtube e você logo verá pessoas que podem ajudar a divulgar sua pousada.

Avaliações

Talvez colocamos esse item por último por ser um dos mais importantes. Para o segmento de pousadas e hospedagens, as avaliações têm um peso enorme para influenciar a decisão de compra de outros hóspedes em potencial.

Valorize os seus clientes e incentive-os a avaliar a sua pousada no Google. Você vai precisar ter a ficha do Google Meu Negócio que falamos antes para que isso seja possível. Ou você pode coletar avaliações no Facebook e TripAdvisor.


Como você pode ver, as possibilidades de marketing digital para pousada são muitas! Mas é o que comentamos: é mais importante preparar um bom ambiente para receber visitantes do que pensar em marketing.

Todas as ações podem ir por água a baixo se você não tiver um bom website, boas fotos e uma boa apresentação do seu empreendimento.

Por isso, essas são as dicas que passamos se você quer investir no marketing digital para sua pousada. É preciso ir aos poucos, investir na construção de uma boa experiência e depois disseminar isso para o mundo por meio da internet.

Entendido?!

Seus comentários e dúvidas podem ser inseridos logo abaixo com seus comentários. Teremos prazer em responder e falar mais sobre o marketing digital para pousada.

Até o próximo segmento!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Untitled design (1)

Marketing contábil – Marketing digital para contadores e escritórios de contabilidade

Com certeza você já cansou de ler títulos de blog com “dicas matadoras” para marketing contábil e as dicas eram: faça um planejamento….defina seus objetivos…acompanhe o seu trabalho, e outras dicas que na verdade não ajudam muito quando precisamos efetivamente colocar a mão na massa.

Se você está em busca de soluções para marketing contábil, confira nessa postagem o que você realmente precisa. Algumas dicas você vai precisar amadurecer melhor a ideia, outras pode começar a aplicar hoje mesmo.

Marketing Contábil

Acreditamos que se você chegou nesse conteúdo é porque quer dicas de verdade para começar um bom trabalho em marketing contábil. 

A primeira coisa que você precisa saber se quer divulgar seu escritório ou serviços de contabilidade na internet, é que não importa sua estratégia se você não tem um site bom. 

Infelizmente, são poucos os escritórios de contabilidade hoje que possuem um site decente.

Muitos ainda resistem em investir para tornar a comunicação adequada no ambiente digital. Acabam trabalhando com modelos de site que causam uma má impressão em qualquer visitante.

Ou seja, não divulgue sua empresa online se o seu site não é pensado para receber bem esse fluxo de visitantes e convertê-los em leads.

Da mesma forma, não adianta também você encher o seu site de chamadas para ação buscando pegar o contato do visitante à qualquer custo. Visitamos vários sites de contabilidade para pesquisar sobre o segmento e construir esse conteúdo, então acredite, isso é algo que vimos MUITO.

Isso não é recomendado pois você acaba mais atrapalhando a navegação do usuário do que tornando a comunicação efetiva com ele. É preciso pensar um website que entregue todo o valor da sua empresa. Algo desenhado para converter e tornar o seu escritório de contabilidade uma referência no ambiente online. Invista em um site que outros contadores querem imitar!

Lição de Casa

A primeira coisa que recomendamos que você faça, caso ainda não tenha, é criar uma ficha personalizada no Google Meu Negócio. É um procedimento simples e que faz uma diferença enorme nos resultados do Google quando buscam por sua empresa.

Você realizará o cadastro do local e vai receber em alguns dias uma carta de confirmação da propriedade. Tome cuidado com o login do Google que você vai utilizar para fazer esse cadastro. É com esse mesmo login que você vai modificar ou inserir novas informações em sua ficha.

O Google Meu Negócio é o que consideramos como básico do básico. Exiba um bom resultado quando as pessoas procuram por seu nome ou pelo nome do seu escritório na internet.

Avaliações no Google

Assim que você estiver com sua ficha do Google Meu Negócio criada, você pode convidar seus atuais clientes para colaborar com uma avaliação dos seus serviços e fortalecer seu nome na web.

Marketing de Conteúdo

Não adianta achar que ter um website é suficiente para seus clientes em potencial te encontrarem na internet. E ainda, mesmo que você não tenha apenas um site, para o segmento de contabilidade, o processo de compra é consultivo e a conversão pode ser mais demorada.

O processo de aquisição de serviços geralmente é mais trabalhoso quando atuamos pela internet. Geralmente precisamos entregar conteúdo gratuito primeiro. Tenha uma boa indexação no Google para então passar à ser considerado pelo cliente em potencial.

Quer ser encontrado por clientes que reconhecem o valor do seu trabalho?

Escreva sobre suas soluções para os problemas que o cliente final precisa resolver. Seja um consultor, um guia que vai tirar as dúvidas daqueles que estão sem amparo de outros escritórios de contabilidade.

O centro das estratégias de Inbound Marketing é esse: construir autoridade entregando conteúdo rico para quem busca por soluções na internet.

Inclusive, é por isso que você está lendo esse conteúdo no blog de uma agência de Marketing Digital. Entende a relação?


Você deve estar pensando que esquecemos de sugerir ações em redes sociais, não é? Bom, realmente não sugerimos. Acreditamos que o cliente em potencial de quem precisa de serviços de contabilidade não está nas redes sociais. Pelo menos não com essa intenção. Por isso falamos sobre a importância de ter um bom website.

Com um bom site você pode não só posicionar melhor o seu site como anunciar no Google Ads. Essa também é uma excelente forma de investir em clientes que realmente podem converter em negócio para você.

Mas por enquanto é isso, ok? Primeiro um site ótimo, depois uma boa estratégia de marketing aliada com a proposta do site. Isso dá rock!

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Comentários