Tendências de Marketing Digital 2018 p/ pequenas empresas

Curioso para saber quais serão as tendências de marketing digital 2018? Listamos algumas que acreditamos serem as mais importantes para pequenas e médias empresas. Acompanhe!

Uma coisa é fato: quem não investe em marketing digital já ficou pra trás e a partir do próximo ano vai ser mais difícil alcançar quem já está online.

Muito se engana quem pensa que o digital será uma tendência para empresas, porque já é a muitos anos. Para boa parte dos clientes, não encontrar a empresa na internet é a mesma coisa que não existir.

Além disso, vale lembrar que a internet não faz milagre e que você não vai ser bem encontrado da noite para o dia.

Empresas levam tempo para conquistar relevância diante do público na internet, e quem está se saindo bem hoje já começou a investir no digital a um bom tempo atrás.

Ou seja, felizmente para uns e infelizmente para outros, o caminho será um pouco mais longo para quem ainda não se consolidou na internet.

Mas não queremos desanimar você. Este conteúdo vai indicar em quais áreas você pode investir para ter resultados com marketing digital no próximo ano – ou pelo menos começar a trabalhar nisso.

Tendências de marketing digital 2018

Tendências de Marketing Digital 2018

# 1 – Conteúdos em vídeo

Temos visto um aumento recorrente pela procura de serviço de produção de vídeo, e não é para menos. Entregar sua informação nesse formato pode aumentar muito a porcentagem de retenção da mensagem que você quer passar.

Além disso, os vídeos servem como estratégia de captação de novos clientes dentro de um funil de vendas. Um material em vídeo também é útil para diversas redes, como Facebook, Instagram, Youtube e seu website.

Considere neste final de ano uma verba de marketing para desenvolver pelo menos um vídeo institucional da sua empresa. Leve em consideração também que conteúdos em vídeo podem trazer um retorno inestimável para sua empresa – de reconhecimento e posicionamento de mercado, no mínimo.

app, apple, hand

# 2 – Growth Driven Design

Para quem já está na web, o caminho para o crescimento será muito mais fácil. Isso porque o Growth Driven Design, ou Design Orientado ao Crescimento vem mais forte do que nunca no próximo ano.

Ter um site desenhado para conversão é o que o GDD faz. Por meio do estudo de estatísticas de usabilidade em seu site, o design começa a ser remodelado para tornar o layout com o maior performance possível.

Atualizações constantes no website fazem parte do serviço de Growth Driven Design, além da análise dos acessos ao site. Essas análises frequentes fazem com que os ajustes no site sejam orientados por performance e não por “capricho”.

O que queremos dizer com tudo isso? Que se você tem um site hoje que não gera nenhuma conversão, provavelmente seu layout já está ultrapassado e você não está colaborando com os visitantes do seu site. Isso, infelizmente, é bastante comum. Trabalhar com um design que contribui para as conversões do seu site será imprescindível nos próximos anos.

Vimos um exemplo disso com um dos nossos clientes aqui na Fresh.

SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA

Notamos que os acessos Diretos do site de um de nossos clientes estava com Taxa de Rejeição muito alta. Isso não fazia sentido para nossas analistas, já que as pessoas que entram diretamente em um site devem ser acessos qualificados.

Ao analisar o site (e é exatamente isso que o Growth Driven Design faz), suspeitamos que as pessoas acessavam o site diretamente para pegar o telefone de contato que era exibido no footer do site.

Logo, como o site carregava rápido, as pessoas iam até o rodapé para pegar o telefone da empresa e saiam do site sem aprofundar a navegação. Para tirar a prova real, substituímos as informações explícitas do footer por um menu do site.

A inserção desse menu garantiu uma melhor performance no site, pois “forçou” o visitante a aprofundar a navegação para concretizar seu objetivo.

Um mês após esse ajuste no design do site, notamos um crescimento de 65% no tempo de permanência dos usuários no site, o que colabora para o posicionamento orgânico da empresa no Google.

E mesmo que você ainda precise criar um website, ter em mente o serviço de GDD deve fazer parte da sua estratégia para 2018!

# 3 – Chatbots

Pode parecer muito tecnológico para você, mas os chatbots serão cada dia mais usado para comunicação com clientes online. Particularmente, eu acredito no atendimento tradicional de um social media respondendo mensagens e dando um atendimento personalizado. Inclusive, a recomendação é que você faça isso mesmo, especialmente se o seu negócio for pequeno ou médio.

Deve-se ter precaução na hora de configurar essas mensagens automáticas, pois o sistema ainda está em processo de otimização e pode ter bugs.

Mesmo que você não entenda ainda sobre essa tecnologia, o fato dela ser uma tendência mostra a importância de investir em um bom gerenciamento de redes sociais.

Estar presente de forma ativa na rede social de preferência do seu público alvo é uma das estratégias mais básicas para começar a gerar negócios por meio da internet. O marketing nas redes sociais aliado com tecnologias de chatbot’s para atendimento serão bastante comuns nos próximos anos.

Por isso, é importante ficar ligado nas atualizações. Mas também, não abrir mão de responder manualmente seus clientes para tornar o atendimento mais humanizado.

app, chat, communication

# 4 – Fotos profissionais

Infelizmente, este é o ponto onde a maioria das empresa peca fortemente. A falta de boas imagens para veicular na internet compromete E MUITO os resultados que você poderia obter trabalhando com fotos melhores.

Vale a pena investir na contratação de empresas que trabalham com pacotes mensais de produção de imagens.  Especialmente se você quer vender pela internet.

Material visual de baixa qualidade é a a forma mais fácil de um cliente em potencial na internet desistir de fechar negócio com você. Invista nas imagens veiculadas em nome da sua empresa e colha os resultados disso!

Black and White Polaroid Camera

# 5 – Experiências personalizadas

O marketing digital tem fortalecido a cultura da personalização no atendimento. Graças a tecnologia, de forma automatizada enviamos e-mail’s de aniversário com o nome completo do lead. Fazemos anúncios que aparecem por interesse, tornando o marketing algo adequado e conveniente para o usuário.

Ou seja: postar fotos aleatórias no seu Facebook ou Instagram definitivamente não vai trazer resultados para você. Internet não faz milagre e é preciso trabalhar na construção de relacionamento com seu público online.

Não é correto tratar seu público online como números, curtidores. São consumidores iguais aos que entram na sua loja. É preciso conversar, entender e atender de forma personalizada.


Na minha opinião, essas tendências nada mais são do que uma chamada de atenção para donos de empresas e empreendedores individuais. E tudo isso gira em torno de ter um cuidado especial com sua empresa, com sua marca.

Estar presente na internet de forma efetiva e atualizada e utilizar a internet como seu melhor canal de relacionamento e vendas com seu público.


Considera alguma outra tendência de marketing digital para 2018? Deixe seu comentário e let’s talk about this 😉

Curtiu este conteúdo?

Comentários
BoniEscrito por Boni em 23 de novembro de 2017
Contato

Vamos conversar sobre seu próximo projeto? Qual a sua necessidade?