O que sua empresa vai fazer se o Facebook acabar?

Pois é meus amigos: tudo que é bom tem seu fim. E o site azul parece caminhar à passos largos para uma debandada de investidores e usuários. Mas, o que sua empresa vai fazer se o Facebook acabar?

Bom, para quem não está atualizado das últimas do mundo da tecnologia: recentemente, o Facebook se envolveu em um escândalo envolvendo vazamento de dados de usuários. Esses dados, supostamente, foram utilizados (ou vendidos) para as campanhas de marketing de Donald Trump.

Verdade ou não, ainda não sabemos nada do que pode acontecer. O que sabemos é que nos últimos dias o empreendimento de Zuckerberg perdeu mais de 100 milhões em seu valor de mercado. Empresas como Tesla, SpaceX já deletaram suas páginas no Facebook e iniciaram o movimento #deletefacebook – que tende a ser cada dia maior.

A situação pode ficar ainda mais grave se o escândalo for verdade.

Mas aí você, meu caro amigo ou amiga, leitora do blog da Fresh Lab – o que tem a ver com isso?

Posso dizer que tem tudo a ver se a sua empresa concentra mais do que 40% da estratégia de marketing no Facebook.

Nós mesmo temos clientes que precisam repensar urgentemente a forma de comunicação online. Concentrar tudo em uma rede social tão vulnerável quanto o Facebook é arriscado demais.

Sabemos que hoje, o Facebook é uma das redes sociais com melhor custo benefício para anunciantes. Aqui no Brasil as estatísticas são ainda melhores – os usuários estão em massa e muito tempo por dia conectados.

Para alguma empresas, 90% das vendas e novos negócios são gerados via Facebook. Isso não é apenas um erro como muito perigoso para tudo que você vêm trabalhando.

Tudo isso pelo simples motivo de que você não poderá fazer nada se o algoritmo do Facebook mudar totalmente. Não há como “burlar” as políticas que o site têm implementado. Na realidade, os anunciantes já estão pagando por essas mudanças nos últimos anos. Os anúncios estão mais caros e campanhas mais exigentes em performance.

O que fazer?

Pode ser que para você seja um pouco tarde receber essa informação, mas você deveria estar trabalhando com conteúdo no seu site a muito tempo.

Vou te dar um exemplo bem prático: há mais ou menos 1 ano e meio nós começamos a trabalhar os conteúdos do site da Fresh Lab de forma estratégica. Não divulgamos esse conteúdo em redes sociais ou nada parecido. Fizemos uma automação e garantimos que esse seria bem encontrado no Google.

Não precisamos dizer que atualmente não precisamos investir 1 real em mídia para sermos encontrados por quem nos interessa, certo? Hoje recebemos em média, 10- 13 pedidos de orçamento ao dia! Sem falar dos leads que vem de uma automação de marketing que também montamos.

Temos sim nossas redes sociais, Facebook e Instagram também têm suas finalidades.

Mas agrupar toda sua força de marketing em uma rede que pode mudar a qualquer momento não parece uma estratégia muito sólida.

Em nosso site podemos ter certeza de que o conteúdo vai dar resultados por si só. São bem feitos, configurados para SEO e sempre entregam informações relevantes para o usuário.

Resumo da ópera:

Se esse é seu caso, comece a pensar em formas de coletar os leads das pessoas que estão conectadas com a sua página. 

Dê um jeito, pense em uma campanha com comentários em que as pessoas deixem algum tipo de contato com você. Na pior das hipóteses você poderá entrar em contato com ela em outras ocasiões, com e-mail marketing ou marketing pelo WhatsApp.

Sempre há uma forma de melhorar o que você já está fazendo. Investir em um site onde você possa colocar conteúdos relevantes é a maneira mais segura e saudável de ter resultados na internet. Dou minha palavra 🙂

Curtiu este conteúdo?

Comentários
JéssicaEscrito por Jéssica em 26 de Março de 2018
Contato

Vamos conversar sobre seu próximo projeto? Qual a sua necessidade?