fbpx

O que é CGU e porque você precisa dele

Hoje vamos falar sobre CGU: o Conteúdo Gerado pelo Usuário, que traz valor ímpar às marcas e faz com que consumidores queiram estar mais engajados do que nunca com seus produtos e serviços favoritos. Saiba como funciona o CGU e porque todos saem ganhando com essa estratégia inovadora.
Alguns dizem que o conteúdo gerado pelo usuário nada mais é do que a versão 2.0 do marketing boca-a-boca, e essa definição não está totalmente errada. Contudo, marcas que conseguem engajar seus consumidores e torná-los criadores de conteúdo sobre produtos, serviços e experiências sabem que o poder da internet tornou o boca-a-boca uma ferramenta muito mais poderosa do que já tínhamos conhecido em marketing.

Para ter consumidores engajados com a sua marca, é essencial que sua estratégia de branding esteja alinhada e ativa. Nenhum consumidor vai produzir conteúdo para sua marca se você mal tem uma presença digital nas redes em que eles está inserido.

o-que-e-cgu-e-porque-voce-precisa-dele-01

Grandes empresas tem experimentado o poder do CGU formulando campanhas que priorizam e valorizam a inserção do público na estratégia de marketing, seja ele digital ou não. A grande questão é que esses conteúdos que são gerados pelos consumidores são fortes o suficiente para fazer sua marca decolar ou desmoronar, dependendo de quem está falando e qual é a mensagem que está passando.

Trabalhar com esse tipo de geração de conteúdo pode ser arriscado se você não tem certeza sobre a qualidade do seu produto ou serviço: uma experiência ruim pode gerar uma publicação nas redes sociais que se dissipa mais rápido do que você pode imaginar. Logo, além de promover o engajamento, as marcas precisam ter um bom time para gerir esses conteúdos e saber como lidar com situações inesperadas.

o-que-e-cug-e-porque-voce-precisa-dele-02

Vale lembrar que CGU é muito diferente de ações com influenciadores: quando as marcas atuam com campanhas por meio de influenciadores digitais, existe um acordo: geralmente um pagamento em dinheiro, permuta, exposição da marca, troca de links ou algo do tipo. Ou seja, quem está produzindo o conteúdo está recebendo algo da marca (além do produto) para falar bem dele, independente se gostou ou não.

O risco nesse tipo de ação é que as empresas podem não saber como escolher os influenciadores corretos, gerando comentários negativos e podendo desencadear uma crise. Além disso, mesmo que o influenciador escolhido tenha grande notoriedade, os consumidores podem duvidar se ele fizer uma publicidade forçada – e acredite, sua marca está correndo esse risco se não souber alinhar a comunicação com o produtor de conteúdo.

No caso do CGU, o único ganho do usuário é o próprio produto ou serviço adquirido. Pode-se entender como o ápice de satisfação de um consumidor real: aquele que gostou tanto do que adquiriu que põe em seu nome um anúncio gratuito para sua empresa, para todos os seus amigos e familiares na internet.
O que pode ser melhor do que isso?

o-que-e-cgu-e-porque-voce-precisa-dele-03

O conteúdo gerado pelo usuário pode chamar os consumidores para participar de ações de marketing específicas, como grandes marcas como Starbucks já fizeram, ou trabalhar com ações contínuas de participação dos clientes: publicação de fotos utilizando os produtos nas redes sociais da empresa é uma das forma de recompensar o usuário, dando mais visibilidade e reconhecendo seu valor para a marca.

Além disso, o CGU é totalmente espontâneo: tendo o incentivo de visibilidade na internet, ou não, os consumidores se sentem encorajados e animados a fazer parte do universo das marcas, e nesse sentido todo mundo sai ganhando.

A marca ganha visibilidade e a confiança desse e de outros consumidores, que confiam muito mais em CGU no que conteúdos gerados pela própria empresa ou pela boa e velha publicidade paga.

Os consumidores ganham por terem tido uma ótima experiência com o produto e engajam em uma nova relação com a empresa, que traz satisfação pessoal e orgulho por ter escolhido a marca em questão.

Novos consumidores também saem ganhando, pois o CGU se torna uma fonte confiável da qualidade de produtos e serviços, sem maquiagem ou informações nas entrelinhas. Transparência com o consumidor nunca foi tão importante.

o-que-e-cgu-e-porque-voce-precisa-dele-04

As empresas que trabalham com CGU devem estar atentas às tendências de publicações e interatividade, sempre inserindo os consumidores no universo da empresa e tendo uma boa equipe de marketing digital para gerenciar o conteúdo, comentários e presença digital da empresa.

Para falar com uma equipe de marketing especializada, entre em contato conosco no menu lateral do site e apresente sua ideia!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
BoniEscrito por Boni em 17 de novembro de 2016
Contato

Vamos conversar sobre seu próximo projeto? Qual a sua necessidade?