Landing Page

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis sed cursus sapien, vitae fringilla sem. Duis convallis vel nunc at laoreet.

  • Lorem ipsum dolor sit amet

Our Amazing Work

We build the real value

Our Amazing Work

We build the real value

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis sed cursus sapien, vitae fringilla sem. Duis convallis vel nunc at laoreet.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Ark

@ArkOfficial

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings and ultra fully responsive template.

Premium Slider Revolution

To help you design even faster, there is a growing array of beautiful premium Slider Revolution templates integrated into Ark. All example sliders you find below are included.

Great Performance

Ark is the most amazing premium template with powerful customization settings.

Premium Slider Revolution

To help you design even faster, there is a growing array of beautiful premium Slider Revolution templates integrated into Ark. All example sliders you find below are included.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Wordpress

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Big Heading

Untitled-design (1)

Dicas para Construir o Funil de Vendas da Sua Empresa

Na hora de construir um funil de vendas ideal para a Jornada de Compra do seu público alvo, muitas dúvidas podem surgir e você pode ficas estagnado(a). Veja algumas dicas valiosas para tirar essa estratégia do papel e buscar resultados melhores para o seu negócio.

Olá! Seja bem vinda (o) ao blog da Fresh Lab! Hoje vamos compartilhar com vocês algumas dicas bem práticas para construir o funil de vendas do seu público alvo.

Possivelmente você já ouviu falar sobre esse termo “funil de vendas” ou “jornada de compras”. Se não ouviu, é simples de entender: a jornada ou funil é o caminho que o seu cliente ideal faz desde o momento em que conhece sua solução até o fechamento do negócio.

Nem preciso dizer como é importante que você conheça as partes dessa jornada para conquistar mais clientes, certo?

Conhecer a Jornada de Compras do seu cliente é fundamental para guiar sua estratégia de captação de novos clientes. Se você sabe como ele(a) chegou até você, eis uma oportunidade de potencializar o que já está dando certo para seu negócio.

Agora que já entendemos um pouco melhor sobre o que é o funil de vendas, vamos às dicas que podem te ajudar a construir um certo para você.

Construir o funil de vendas ideal

Pode ser que você fique um pouco sem saber o que dizer nos primeiros momentos. Mas você como dona (o) do seu negócio vai saber responder à essas perguntas:

#1 – Como os clientes que você atendeu até agora chegaram até você?

Pequenas e médias empresas usualmente têm 90% dos negócios fechados feitos por meio de indicações. Essa é uma realidade muito comum e que ajuda muitas empresas em momentos de crise ou na turbulência do começo – quando não há verba para investir em marketing.

Aqui eu gostaria de abrir um parênteses.

(As indicações então são algo muito valioso que você pode trabalhar. É muito comum ouvirmos donos(as) de empresas reclamando que os negócios que vieram até então foram só indicação. O boca-a-boca é a mídia mais legítima que seu produto pode ter. Aproveite isso.

Uma coisa que você pode fazer é entrar em contato com clientes antigos, pelo WhatsApp mesmo. Ofereça algum tipo de vantagem para quem indicar os seus serviços ou sua loja.

Se o seu produto ou serviço é bom o suficiente para as pessoas indicarem por vontade própria, experimente colocar um pouco de incentivo para ver o que acontece.)

Voltando ao item #1: você precisa saber de onde seus clientes vieram inicialmente. Eles pesquisam por soluções no Google que sua empresa pode resolver? Ou ele quer apenas informações?

Geralmente, os clientes em potencial que estão no topo de funil – na fase de descoberta, procuram por informações no Google que os ajudem à “resolver sozinhos”. Ou resolver com o menor esforço possível.

O Marketing de Conteúdo é fundamental para esse processo e não temos mais para onde correr. Produzir conteúdo relevante para quem busca respostas no Google é uma das formas mais saudáveis de atrair clientes legais para sua empresa.

#2 – Qual foi o ponto que “convenceu” seu cliente à considerar sua solução?

Precisamos ter em mente que as pessoas pesquisam muito antes de decidir. O ponto chave aqui é que, se as pessoas entram em contato com você (pedindo orçamento, mais informações ou descontos, por exemplo) é porque alguma coisa da sua empresa despertou interesse delas.

Você precisa saber o que é esse fator decisivo que influencia seu cliente à escolher pela sua empresa!

Quando você perceber esse ponto forte, trabalhe para divulgá-lo com mais estratégia, evidenciando o que você tem de melhor.

Sabendo como seu cliente chegou até você e o que o convenceu à entrar em contato já dá informações suficientes para que você elabore estratégias de Marketing no começo e no meio do funil.

Por exemplo: você sabe que o ponto forte da sua empresa é o atendimento diferenciado. Para captar atenção dos seus clientes em potencial, você pode trabalhar com uma campanha de Geração de Cadastros. As pessoas que deixarem o contato ganham 30 minutos de consultoria online com um especialista da sua empresa.

#3 – Decisão

A fase de decisão ou da compra efetivamente é onde todos querem estar. Sentimos algo realmente legal quando fechamos um novo negócio, ou vendemos algo em que acreditamos ser bom para o cliente.

Contudo, precisamos respeitar o tempo dos leads. É enganoso pensar que as pessoas vão pular da fase de descoberta para compra só porque “você é legal” ou tem um site bonito. O comportamento dos usuários não é assim. Existem muitas outras empresas que estão trabalhando em um funil de vendas para captar o maior número de clientes possível em um processo estruturado. Meu conselho é que sua empresa comece a caminhar para isso o mais breve possível.

Resumindo: quando os clientes chegam à fase de decisão, é onde você também pode coletar informações do que o fez decidir. Tudo isso é informação estratégica para você potencializar o marketing da sua empresa.


Tendo como base o que expliquei até agora, vamos resumir:

  1. Saiba como seu cliente final chegou até você. Basta perguntar para qualquer um que já contratou algum serviço seu ou comprou algo da sua empresa. A forma como os clientes vieram até então é algo que já funciona para você. Potencialize isso.
  2. Saiba o que o seu cliente considerou decisivo para entrar em contato com você. Isso é o que você vai usar como isca no meio do funil para atrair mais leads.
  3. Respeite o tempo de conversão e a jornada dos seus leads sem ser inconveniente.

Pode ser que você ainda não saiba como construir um funil de vendas na prática, é comum sentirmos isso porque temos medo de errar. Mas FAÇA alguma coisa, pelo menos um rascunho para medir o seu grau de conhecimento desses pontos chave.

O funil de vendas “mais ou menos” que você constrói é melhor do que o funil perfeito que você não constrói! Mãos à obra!!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Untitled-design

O que sua empresa vai fazer se o Facebook acabar?

Pois é meus amigos: tudo que é bom tem seu fim. E o site azul parece caminhar à passos largos para uma debandada de investidores e usuários. Mas, o que sua empresa vai fazer se o Facebook acabar?

Bom, para quem não está atualizado das últimas do mundo da tecnologia: recentemente, o Facebook se envolveu em um escândalo envolvendo vazamento de dados de usuários. Esses dados, supostamente, foram utilizados (ou vendidos) para as campanhas de marketing de Donald Trump.

Verdade ou não, ainda não sabemos nada do que pode acontecer. O que sabemos é que nos últimos dias o empreendimento de Zuckerberg perdeu mais de 100 milhões em seu valor de mercado. Empresas como Tesla, SpaceX já deletaram suas páginas no Facebook e iniciaram o movimento #deletefacebook – que tende a ser cada dia maior.

A situação pode ficar ainda mais grave se o escândalo for verdade.

Mas aí você, meu caro amigo ou amiga, leitora do blog da Fresh Lab – o que tem a ver com isso?

Posso dizer que tem tudo a ver se a sua empresa concentra mais do que 40% da estratégia de marketing no Facebook.

Nós mesmo temos clientes que precisam repensar urgentemente a forma de comunicação online. Concentrar tudo em uma rede social tão vulnerável quanto o Facebook é arriscado demais.

Sabemos que hoje, o Facebook é uma das redes sociais com melhor custo benefício para anunciantes. Aqui no Brasil as estatísticas são ainda melhores – os usuários estão em massa e muito tempo por dia conectados.

Para alguma empresas, 90% das vendas e novos negócios são gerados via Facebook. Isso não é apenas um erro como muito perigoso para tudo que você vêm trabalhando.

Tudo isso pelo simples motivo de que você não poderá fazer nada se o algoritmo do Facebook mudar totalmente. Não há como “burlar” as políticas que o site têm implementado. Na realidade, os anunciantes já estão pagando por essas mudanças nos últimos anos. Os anúncios estão mais caros e campanhas mais exigentes em performance.

O que fazer?

Pode ser que para você seja um pouco tarde receber essa informação, mas você deveria estar trabalhando com conteúdo no seu site a muito tempo.

Vou te dar um exemplo bem prático: há mais ou menos 1 ano e meio nós começamos a trabalhar os conteúdos do site da Fresh Lab de forma estratégica. Não divulgamos esse conteúdo em redes sociais ou nada parecido. Fizemos uma automação e garantimos que esse seria bem encontrado no Google.

Não precisamos dizer que atualmente não precisamos investir 1 real em mídia para sermos encontrados por quem nos interessa, certo? Hoje recebemos em média, 10- 13 pedidos de orçamento ao dia! Sem falar dos leads que vem de uma automação de marketing que também montamos.

Temos sim nossas redes sociais, Facebook e Instagram também têm suas finalidades.

Mas agrupar toda sua força de marketing em uma rede que pode mudar a qualquer momento não parece uma estratégia muito sólida.

Em nosso site podemos ter certeza de que o conteúdo vai dar resultados por si só. São bem feitos, configurados para SEO e sempre entregam informações relevantes para o usuário.

Resumo da ópera:

Se esse é seu caso, comece a pensar em formas de coletar os leads das pessoas que estão conectadas com a sua página. 

Dê um jeito, pense em uma campanha com comentários em que as pessoas deixem algum tipo de contato com você. Na pior das hipóteses você poderá entrar em contato com ela em outras ocasiões, com e-mail marketing ou marketing pelo WhatsApp.

Sempre há uma forma de melhorar o que você já está fazendo. Investir em um site onde você possa colocar conteúdos relevantes é a maneira mais segura e saudável de ter resultados na internet. Dou minha palavra 🙂

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Untitled-design (3)

Anúncios no Facebook para resultados em curto prazo

É bem compreensível que nem todas as empresas possam investir em estratégias de conteúdo no longo prazo. Por isso, hoje estamos compartilhando com vocês algumas opções de anúncios no Facebook para conquistar resultados em curto prazo.

Olá mais uma vez, seja bem vindo ao blog da Fresh Lab.

Por mais que seja compreensível que nem todas as empresas possam investir em estratégias de Inbound Marketing, anúncios com links patrocinados são soluções emergenciais para quando sua empresa está em uma situação crítica.

Por que dizemos isso?

Acontece que quando falamos sobre presença digital e empresas bem posicionadas, geralmente estamos falando de quem trabalha com bom conteúdo a um tempo. Resultados orgânicos são muito vantajosos para qualquer empresa e devem ter seu caminho trilhado o mais rápido possível.

Mas vamos ao que interessa: você não tem tempo mesmo, precisa vender e também não tem muito dinheiro para investir. Continue comigo que vou te falar sobre 3 tipos de anúncios no Facebook que podem trazer resultados para você na mesma semana em que for publicado. Vamos lá?

Facebook para resultados em curto prazo

Bom, só para reforçar, aqui estou deduzindo que a sua empresa já possui uma página no Facebook e que já tem algum número de curtidas.

Também é importante que você tenha uma boa escrita, saiba diagramar bem os textos de chamada usando emojis e que tenha boas imagens do que você quer promover. Isso é o mínimo necessário para chamar a atenção de um usuário de rede social.

# Impulsionar publicações

Se você gerencia sua página do Facebook, já deve ter visto algumas promoções para impulsionar a página ou alguma publicação que você tenha feito. Se você já trabalhou com impulsionamento e não deu certo, não é porque isso não funciona, mas apenas porque não foi feito da maneira assertiva que deveria.

Faça uma boa publicação na sua página, entregando todas as informações necessárias sobre o seu produto ou serviço. Seja cordial, tanto na descrição quanto na resposta dos possíveis comentários que virão.

“- Jéssica, mas ninguém nunca comentou em uma publicação da minha página. Eu já fiz isso”.

Ok, vamos com calma. A diferença entre o que você já fez e o que estamos passando é que vamos exibir seu conteúdo para uma nova audiência, que nunca teve contato com sua página antes – mas tem interesses semelhantes à ela.

As publicações impulsionadas não podem ser editadas, então confira várias vezes o texto que vai utilizar para não ter o trabalho de fazer tudo de novo depois.

Além disso, você pode utilizar todos os recursos de publicação disponíveis para páginas: sentimentos, check-in, responder no Messenger, etc. Utilize adequadamente esses recursos para deixar sua publicação com mais informações personalizadas.

O segredo de uma publicação que performa bem é seu direcionamento. Quando definimos bem nosso público-alvo, selecionando interesses reais de uma audiência, as chances de resultados são muito maiores.

Tudo bem se você acredita que tem “um feeling” para definir seu público alvo. Aqui você não vai usar o seu feeling, você vai usar informações concretas.

#2 Geração de Cadastro

Se você tem um tipo de negócio em que seu cliente final não pode comprar pela internet, então o que você precisa é do contato dele.

O Facebook disponibiliza para página o anúncio com objetivo de Geração de Cadastros. Nele, é possível inserir um formulário personalizado onde você configura com as perguntas que precisa.

O download dos leads é feito pelo próprio Facebook, e as conversão são muito mais fáceis de serem realizadas. Isso porque o usuário não é levado para fora do site para completar a ação – o que é um grande incentivo para a pessoa deixar o contato.

#3 Cliques para Ligar

Este tipo de anúncio também pode fazer com que você tenha resultados mais rápidos com a promoção do botão Ligar Agora.

Você escreve um texto curto e simples sobre o que está sendo oferecido, e a chamada para ação do anúncio é ligar diretamente do Facebook.

É interessante trabalhar com esse tipo de anúncio, já que uma conversão de ligação é algo muito valioso – desde que você tenha condições de atender bem as pessoas que vão ligar.

Duração das campanhas

Aqui na Fresh, geralmente rodamos testes de anúncios assim por 15 dias, e com os resultados fazemos +15 dias. No final do mês temos mais resultados para ordenar a estratégia do mês seguinte, e assim por diante.

Mas talvez você não tenha o tempo necessário para analisar as métricas quinzenalmente. Você pode rodar um anúncio de 30 dias, só não pode ficar um mês sem ver o que dá para melhorar na campanha.

Se você colocar o anúncio no ar e perceber que 10 dias depois você ainda não teve retorno, pode ser o momento de rever a segmentação que você fez e tentar algo diferente.

Como o título desse texto já diz, essas estratégias são de curto prazo, o que significa que no dia seguinte elas já podem dar resultado. Não espere muito para mudar sua estratégia se julgar que não está indo bem.

Orçamento

Ok, agora você deve estar se perguntando: quando vai custar essa brincadeira?

Bom, isso depende muito do impacto que você quer causar. O investimento em mídia no Facebook hoje é um dos que tem o melhor custo benefício para anunciantes. Você consegue atingir um bom número de pessoas com orçamentos menores do que se fosse anuncias no Google por exemplo.

Você deve julgar quanto vai investir em cada tipo de campanha. Para publicações, você pode impulsionar por R$40 por 7 dias. Já para campanhas de Cadastro e Cliques para Ligar, considere a partir de R$80 para 30 dias.

Lembrando que esses orçamentos são sugestões para que você possa colher resultados nas próximas semanas. Se você decidir investir menos, seus anúncios ainda rodam – mas para um menor número de pessoas.

Pense no seu investimento em mídia como um estilingue: a força que você usa para puxar o elástico e ganhar força é equivalente à quanto você vai investir nos anúncios. Quanto maior o investimento, mais “longe” vai o anúncio – ou seja, alcança mais pessoas.


Bom, acredito que por enquanto seja isso pessoal. Espero que essa dicas possam ajudar a veicular alguns anúncios logo e te trazer resultados. Não vá embora sem deixar o seu comentário, ele nos ajuda a entender se o que estamos compartilhando faz sentido pra você.

Assine nossa newsletter e receba conteúdos personalizados no seu melhor e-mail.

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Untitled-design (1)

Como distribuir conteúdo nas redes sociais

Hoje vamos explorar algumas ideias sobre como distribuir conteúdo nas redes sociais e trazer resultados e visibilidade para seu negócio na internet!

Olá leitoras e leitores da Fresh Lab! Tudo bem? Faz um tempo que não colocamos nenhum conteúdo novo por aqui, mas hoje decidimos dedicar um tempo especial para deixar algumas dicas. Você vai ver, por rede social, quais são os melhores formatos de conteúdo para você produzir e publicar.

No marketing digital, para se comunicar com seu público-alvo, são necessárias duas coisas:

  1. Saber quem é seu público alvo
  2. Produzir conteúdo que converse com ele da maneira adequada

Vamos explorar mais esses pontos ao longo do texto. Vejam que, em primeiro lugar é “conhecer seu público-alvo”. Não adianta você investir tempo e/ou dinheiro produzindo conteúdos que não chegam no seu cliente.

Parece loucura, mas é bastante comum que empreendedores não tenham ideia de quem é seu público alvo. Ou pior ainda, julgam que o público-alvo é “todo mundo”. Isso é um erro e nosso conselho é que você não caia nessa armadilha.

como distribuir conteudo 01

Uma vez que entendemos a importância do público-alvo e de conhecer seus interesses, vamos falar sobre o conteúdo em si.

Já aconteceu de você ter produzido algo super legal, que no final das contas teve…11 curtidas no Facebook? 🙁 Ou um vídeo que você se empenhou para fazer e não alcançou nem mil pessoas? D:

Se você está errando na distribuição do seu conteúdo, considere as seguintes possibilidades:

  1. Você está usando tom de comunicação errado
  2. Você está publicando em uma rede social que o seu público não está e não interage
  3. Você está errando no formato em que está entregando o conteúdo

Você pode estar errando em um ou em todos esses pontos. O importante aqui é entender que, se você está errando, já sabe como não distribuir seu conteúdo. Toda experiência é um aprendizado. 

Vamos ver agora, por rede, quais são os melhores tipos de conteúdos e seus formatos.

Como distribuir conteúdo

FACEBOOK

O site azul, apesar de passar por algumas turbulências econômicas nos últimos meses, ainda lidera em número de usuários ativos. Ele é uma excelente rede social para empresas B2C e comércio em geral. Se você trabalha com vendas diretas ou tem um ponto comercial que precisa atrair mais clientes, é muito possível que o seu público alvo esteja no Facebook.

A grande questão aqui é que para cada tipo de estratégia um tipo de conteúdo vai performar melhor. Ainda assim, existem dicas valiosas sobre o que você vai publicar em sua página, e como:

  1. IMAGENS

Se a sua comunicação visual é adequada ao seu produto, pode ter certeza de que as pessoas querem ver fotos do que você está vendendo. Montagens ou fotos tiradas com o celular podem gerar um grande interesse por parte do público.

2. TEXTOS

Se você vai trabalhar com textos escritos, tome cuidado para não tornar sua mensagem o temido “textão”. A não ser que você tenha uma página realmente influente no Facebook, as pessoas não vão ler mais do que três parágrafos do que você quer entregar.

Uma coisa que a gente já fez aqui e que deu muito certo: publicar na página frases curtas, sem imagens e com emojis, colocando perguntas para as pessoas responderem nos comentários é algo que instiga os usuários.

3. VÍDEOS

Se você trabalha com conteúdos em vídeo, deve ter percebido que colar na página links externos não gera uma experiência tão boa, especialmente se o link for do Youtube.

Isso acontece porque o Facebook favorece os usuários e páginas que sobem o arquivo de vídeo dentro da página, ao invés de tirar a pessoa do site para ver em outro domínio.

O Facebook, inclusive, está cada dia melhor com sua parte de vídeos. Já lemos algumas matérias de que até um serviço de streaming como o Netflix eles vão lançar.

4. GIF’S

Há quem diga que o futuro da comunicação online são os gif’s. Estes curtos vídeos podem trazer mensagens que dispensam palavras, além de serem divertidos e animados.

Existem vários sites que você pode acessar para produzir seus próprios gif’s. Vale a pena testar esse formato com seu público, especialmente se forem jovens.

5. TRANSMISSÃO AO VIVO

Este é um recurso consideravelmente novo para páginas, em que podem ser feitas transmissões ao vivo. Aqui vale o lembrete: use isso se você já tem uma base de fãs no Facebook e se sua empresa já tem engajamento na página. Claro que, se você nunca fez isso antes, vai demorar para as pessoas conhecerem.

É preciso julgar o que é interessante para seu público na web.

INSTAGRAM

Sabemos de várias empresas que se comunicam e vendem apenas utilizando o Instagram. Neste canal, a prioridade será mesmo para imagens se você é uma empresa.

Fotos

O Instagram exige que a qualidade das fotos seja um pouco superior ao que o público do Facebook aceitaria numa boa. Isso quer dizer que talvez você tenha que pesquisar algumas técnicas de fotografia para chamar a atenção para sua marca no insta.

Os filtros são a marca registrada na edição das imagens. A própria rede já te ajuda a fazer fotos melhores.

VÍDEOS

É muito importante entender aqui que o usuário comum do Instagram não fica muito tempo vendo vídeos, especialmente de empresas…especialmente se for patrocinado.

Isso significa que para ter uma aderência maior do público neste canal, é preciso trabalhar com mensagens rápidas e vídeos curtos.

STORIES

Este recurso é com certeza o queridinho dos usuários. Você também pode usar o Stories para distribuir seu conteúdo, seja com uma frase, uma citação ou um link de leitura.

Além disso, se sua empresa está no Instagram, será interessante utilizar o Stories para compartilhar conteúdos da vida real da empresa, como coisas do cotidiano e foto de pessoas que trabalham no local.

#HASHTAGS

É muito importante aprender a usar corretamente as hashtags do Instagram. Elas são responsáveis por exibir o seu conteúdo para pessoas que podem se interessar por ele, no aba “Descobrir”.

Evite usar grupos muito grande de hashtags, ou usá-las de forma desordenada. Além de ser mal visto pelo usuário, o próprio Instagram já está punindo quem faz isso.

O ideal é sempre casar o que você está publicando com hashtags relevantes. Pesquise quais são as tags que aparecem em buscas relacionadas e inclua esses termos para aparecer melhor.

YOUTUBE

Nem só de comerciais da Trivago viverá o Youtube. Empresas e empreendedores têm utilizado essa plataforma para criar comunidades de alto engajamento e viver outra experiência na web.

Quem se dedica a produção e distribuição de vídeos na internet, sabe que o Youtube é um mundo à parte. Ele mal se comunica com outras redes sociais e tem seu próprio público, com interesses bem específicos.

Podemos afirmar que quem cria uma audiência autêntica no Youtube tem um tesouro. As comunidades que podem se formar em torno de um conteúdo em vídeo da sua empresa pode estar cheia de novos clientes.

Como você deve saber, no Youtube você poderá trabalhar apenas com vídeos. Mas se o seu público está nesta rede, é isso mesmo que eles querem ver.

TWITTER

Tem bastante gente que acha que nenhuma empresa utiliza o Twitter. Contudo, muitas empresas investem nessa plataforma e tem engajamento real de usuários e seguidores.

O Twitter é bastante utilizado, especialmente, por instituições grandes como bancos, redes de fastfood, lojas de departamento e grandes empresas. Celebridades, influenciadoras (es) e líderes mundiais também estão ativos nesta rede.

O site do passarinho azul também é bem específico quanto à sua forma de engajar os usuários. Aqui, você não entregará conteúdos longos, vídeos longos ou imagens prontas.

É preciso criar uma personalidade para a marca e gerir o perfil como se fosse realmente uma pessoa. Funciona, mas é fundamental ter alguém disponível o tempo todo para acompanhar a velocidade do que acontece no Twitter.

PINTEREST

Empresas e profissionais autônomos também podem utilizar o Pinterest para distribuir suas imagens. Acreditamos que esta será uma rede cada vez mais explorada por jovens empreendedores, artistas e empresas.

Existem vários pontos positivos em criar painéis personalizados em uma conta do Pinterest. Talvez o mais notável deles seja o fato das suas imagens serem rankeadas no Google e aparecerem para buscar relacionadas de usuários em potencial.

Imagine que você tem um escritório de arquitetura, por exemplo. Com a criação de painéis no Pinterest, suas imagens podem servir de inspiração para quem está idealizando uma reforma.

Não é muita coincidência essa pessoa encontrar imagens inspiradoras justo no Pinterest de uma arquiteta? rsrsrs Na verdade não é coincidência – é estratégia de distribuição de conteúdo.

BLOG CORPORATIVO

Se o site da sua empresa tem uma área de blog, este é o canal onde você precisa mais dar atenção para conteúdo. Entenda que, mesmo que nas redes sociais você tenha engajamento e contato com o público, é no seu site que essa estratégia ganha força no longo prazo.

Publicar conteúdos em seu próprio site, assim como fazemos aqui no site da Fresh, dá mais relevância para sua empresa no Google. Também é uma forma de atrair visitantes que ainda tem dúvidas sobre o que você oferece.

Além disso, quando você conquista um bom posicionamento orgânico no Google por meio do conteúdo, este lugar é seu por direito. Já quando você impulsiona uma publicação no Facebook, depois do tempo estipulado ela some e não é possível encontrá-la pesquisando.

Entende a diferença?

As redes sociais são alugadas. Seu site é sua casa própria.


Essas dicas fazem sentido para você? Quero ler o que você achou do texto nos comentários. 

Está tendo dificuldades em distribuir seu conteúdo de forma satisfatória? Lembre-se: se o que você fez até agora não deu resultado, pelo menos você já sabe o que NÃO fazer. Que tal tentar começar um jeito novo ainda essa semana?

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Marketing digital info

Estratégias de Marketing Digital e Gestão para Loja de Informática

Lojas de Informática

Se você é dono de uma loja de informática, saiba que a estratégia certa de marketing digital pode transformar seu negócio. Não se trata de uma aposta, mas de um fato comprovado. A internet se tornou o principal campo de batalha do mercado atual e isso não muda para empresas de nenhum porte ou segmento.

Deixar de investir nesse aspecto representará o fim de muitas organizações nos próximos anos. Sendo assim, vejamos algumas das principais opções para você aumentar suas vendas e expandir a escala e o alcance da sua loja de informática através do marketing digital.

As Redes Sociais

As redes sociais representam algumas das principais ferramentas para marcar sua presença digital. Baixo custo, amplo alcance e simplicidade de manuseio, são apenas algumas das vantagens de sua utilização. O único problema é que muita gente faz isso errado.

Não basta criar um perfil para sua loja de informática e esperar que seguidores caiam do céu. Para a estratégia funcionar será preciso criar campanhas robustas, monitorá-las, interagir com seu público, analisar os resultados e agir de acordo com o que encontrar.

Não é um trabalho simples, mas, se bem executado, fará toda a diferença nos seus resultados. Você terá importantes informações sobre seu público, além de um ambiente onde poderá testar suas ações até chegar no que faça mais sentido para sua empresa.

Compartilhe Conteúdo de Qualidade

Na área de tecnologia a informação é um recurso altamente valorizado. Os profissionais e demais indivíduos ligados a esse segmento precisam se iterar constantemente sobre as últimas novidades, portanto, o compartilhamento de conteúdo interessante é uma ótima estratégia para loja de informática.

Você atrairá as pessoas pelo interesse natural que elas têm pelos artigos e vídeos disponibilizados, mas utilizará isso a favor do seu negócio.

Imagine que você adquiriu para venda um notebook que acabou de chegar ao mercado. Você pode compartilhar, ou mesmo produzir, um review sobre ele e, junto da postagem, incluir um link de “adquira agora mesmo”. É um caminho muito mais natural do que simplesmente oferece-lo.

Muitas outras estratégias semelhantes podem ser utilizadas. Aqui vale a criatividade.

Estabeleça Parcerias

Na internet ninguém cresce sozinho. Pessoas e empresas influenciam umas às outras constantemente, gerando inúmeras interações e concretizando negócios. Aproveite-se disso. Estabeleça parcerias com outras organizações e sites relacionados à sua área.

Você pode, por exemplo, negociar um percentual de comissão com um site de reviews que indique seus produtos. Pode ainda disponibilizar itens específicos para que um influenciador utilize e faça postagens sobre o que achou. Existem diversas possibilidades, basta estar aberto a elas.

Google Adwords

Nossa última estratégia para loja de informática se refere ao posicionamento dos anúncios no principal buscador do mundo: o Google. Através de links patrocinados. você segmenta seu público e disponibiliza sua marca e seus produtos em um dos canais com maiores fluxos de usuários da atualidade.

Trata-se de uma ótima opção para facilitar o acesso das pessoas à sua organização, destacando-a na multidão de negócios que povoa a internet. É ideal para pequenas empresas, que ainda tenham um baixo fluxo orgânico de visitas e clientes em seus sites.

Integração: A Base do Marketing Digital

Uma última questão que você precisa assimilar para aproveitar o máximo do marketing digital em sua loja de informática é a integração. A internet é um ambiente amplo e tem grande potencial de geração de novos clientes. Se tudo der certo, o tráfego do seu negócio vai aumentar substancialmente.

Isso significa que mais demanda será gerada, seu controle de vendas vai precisar ser melhor a medida que suas vendas aumentarem e novos esforços serão necessários. Já imaginou perder um negócio por uma falha de estoque? Ou ainda, perder o controle do financeiro?

Você precisa realizar a divulgação certa, porém isso deve ser diretamente relacionado com sua capacidade de atender às necessidades do seu cliente. A integração das áreas é essencial para que todas elas se movam como uma só e cumpram os objetivos estabelecidos.

Uma das melhores maneiras de construir essa cultura é por meio de um programa para loja de informática. Esses sistemas de gestão constituem uma das principais ferramentas empresariais da atualidade e fornecem uma interface virtual que permite uma administração muito mais racional e controlada do seu negócio. Apoie-se nisso e faça o melhor para sempre entregar aquilo que foi prometido.

Curtiu este conteúdo?

Comentários
MARKETING DIGITAL

Marketing Digital para Sorveteria – Dicas Fresh Lab

O clima está esquentando e o marketing digital para sorveteria começa a ser procurado. Vem ver algumas dicas que separamos para seu negócio bombar no próximo verão!

Mesmo que a sua sorveteria já tenha uma página no Facebook, sabemos que o resultado que você deseja mesmo são vendas. Ou seja, é preciso orientar os seus canais na internet para convencer as pessoas a irem na loja.

Separamos algumas dicas e referências de marketing digital para sorveteria que você pode utilizar tendo apenas perfis em redes sociais. Além disso, lembre-se de que um bom celular para fazer vídeos dos seus sorvetes pode fazer toda diferença. Vamos lá?

Marketing digital para sorveteria

Dica 01 – Check-in no Facebook

Isso é bem fácil de fazer e você pode notar uma boa diferença na maneira como as pessoas tratam sua loja. Inserir um check-in personalizado no Facebook faz com que as pessoas tenham vontade de postar nas redes sociais que estão em sua sorveteria.

Fiz um check-in em uma sorveteria próxima para que você veja como isso aparece no Facebook:

marketing digital para sorveterias 04

Como fazer isso

Se você já tem uma página no Facebook com seu endereço cadastrado na área Sobre, é provável que a opção de check-in já esteja habilitada.

Contudo, se não estiver, você pode adicionar o local. Abra seu Facebook normalmente e “tente” fazer check-in na sua sorveteria. Você vai perceber que o local não vai aparecer, mas você vai ter a opção de adicioná-la.

marketing digital para sorveteria

Depois que essa opção aparecer, basta seguir os passos na tela e feito!

Dica 02 – Postagem de fotos

Se você buscar um padrão de imagem que deve ser seguido por páginas de sorveterias, não vai encontrar algo que possa se basear. Algumas páginas tem artes super bem feitas e interação nenhuma. Outras são feitas com fotos visivelmente amadoras e tem dezenas de comentários.

Vamos ilustrar com um exemplo de que é mais importante atingir o público certo do que fazer postagens lindas.

A Sorveteria Alaska é um exemplo de trabalho no Facebook que está sendo bem direcionado. Não é possível afirmar que essas publicações estão sendo impulsionadas, mas acreditamos que não (pois não há a palavra “patrocinado” nas publicações).

marketing digital para sorveteria 01

Como podemos ver, são fotos simples do produto real, e uma legenda bem escrita – mas objetiva.

marketing digital para sorveteria 02

 

Claro que, para obter essa quantidade de comentários um trabalho está sendo realizado a algum tempo. Mas usamos esse como exemplo positivo pois o público para sorveterias está de fato no Facebook.

Ou seja, faça publicação de fotos das gostosuras da sua sorveteria! Esta é uma aposta para deixar seus fãs com água na boca!

Faça brincadeiras, como “marque seu amigo”, “escolha seu preferido”, etc para que hajam comentários nos posts.

Dica 03 – Vídeos

Pensar na produção de um vídeo da sua sorveteria para veicular nas redes sociais também é uma boa ação para o seu negócio.

Isso porque, conteúdos em vídeo podem ser muito mais atrativos e chamar a atenção do seu público de forma mais intensa. Mostrar o local e o que você vende é uma ótima maneira de fazer as pessoas se sentirem seguras de que sua sorveteria é boa. E sem precisar ir até o local. Gera uma expectativa a mais!

Vimos um bom exemplo disso na página da Lobinho Sorveteria, que teve seu vídeo compartilhado mais de 100 vezes no Facebook. E os comentários são mais de 180, elogiando o trabalho realizado.

https://www.facebook.com/lobinho.sorveteria/videos/473573606337054/

Não entramos em contato com os donos desse sorveteria, mas acreditamos que essa ação tenha trazido ótimos resultados em vendas e reconhecimento de marca para a Lobinho.

Dica 04 – interações

Se você vai trabalhar com o marketing digital da sua sorveteria, saiba que precisa dedicar tempo para interações. Isso quer dizer que, quando as pessoas começarem a responder e interagir com a sua página, é preciso estar com o atendimento online em dia.

O serviço de SAC Digital atualmente é quase obrigatório para empresas que trabalham com marketing digital no Facebook, já que é preciso dar atendimento ao consumidor através desse canal.

Se você não pode dedicar um tempo para gerenciar sua fanpage o dia todo, configure respostas automáticas. Elas não são a forma mais “saudável” de atender ao seu público. Mas ainda é melhor do que deixar os clientes no vácuo.


É isso aí, amigo(a) sorveteiro (a)! Esperamos que nossas dicas sejam realmente úteis para o seu negócio! Deixe suas dúvidas ou comentários aqui em baixo, e boas vendas!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
nosso primeiro vídeo

Dicas de Google Adwords | nosso primeiro vídeo!

Olá pessoal! Estamos compartilhando algumas dicas de Google Adwords para quem está começando em nosso canal no Youtube, vem ver!

Finalmente! Começamos a trabalhar com conteúdos em vídeo e esse é o primeiro. As dicas que estamos passando neste vídeo podem fazer toda diferença para quem busca resultados online com Adwords

dicas de google adwords

Dicas de Google Adwords

Neste vídeo, você vai aprender:

  • Quanto investir em Google Adwords para ver resultados no curto prazo
  • Quais são as formas de pagamento disponíveis na plataforma
  • Quais são as recomendações básicas para quem está começando agora

Também demos 2 dicas estratégicas de ferramenta e página de destino recomendadas. O vídeo ficou curto, mas o objetivo é entregar o maior valor possível em pouco tempo mesmo.

Pedimos que colaborem com comentários aqui ou no Youtube, dizendo se essas dicas são válidas para seu tipo de negócio e como você gostaria de aplicá-las!

Esperamos trabalhar com novos conteúdos em vídeo na próxima semana! Até!

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Como monitorar as redes sociais

Redes Sociais

Saiba como Monitorá-las

Quando falamos em redes sociais, a primeira coisa que vêm a nossa mente são sites como Facebook, Twitter, Linkedin ou aplicativos como Instagram e Snapchat. Elas são indispensáveis para o sucesso de uma marca, mas se usadas incorretamente, podem resultar em fracasso.

Para melhor utilizá-las e assim, trazer um resultado melhor para a sua empresa é necessário monitorá-las da melhor forma. O objetivo disso não é somente saber como o seu consumidor está se comportando e sim, mensurar resultados, encontrar melhor formas de abordagem, entre outros.

O conceito de rede social é utilizado para analisar as interações entre grupos, indivíduos, organizações ou até sociedades inteiras desde o século XIX.

Na internet, ela tem fomentado diversas discussões tanto positivas, como negativas, como por exemplo a falta de privacidade, manifestações em projetos, entre outros.

Além disso, possuem um papel muito mais importante do que muitos imaginam, pois criam diferentes tipos de relações entre empresa e cliente.

redes sociais

O uso das redes sociais foi absorvido por pessoas em todo o mundo. Hoje em dia faz parte da rotina de cada um. Trazendo novas possibilidades para empresas, podem ser usadas para:

  • compartilhar visões que a empresa prega
  • personalizar uma mensagem criando uma aproximação com o cliente
  • segmentar melhor o público para saber como atingí-lo da melhor forma
  • criando um novo laço de conhecimento com o cliente
  • criar um ambiente controlado pela marca

São vários os benefícios que as redes sociais proporcionam a uma empresa, por isso saber como supervisioná-las é essencial. Identificar como seu consumidor se comporta, como funciona a interação e criar uma linguagem própria para a marca é fundamental para o sucesso de uma marca.

Redes Sociais

Explorar quais as melhores ferramentas para utilizar, focando em determinados públicos é indispensável. Dessa forma é possível explorá-la da melhor forma possível, criando mais possibilidades de conversões.

Separamos aqui, algumas ferramentas gratuitas para o monitoramento das redes sociais.

Google Analytics

redes sociais

A plataforma Analytics do Google disponibiliza diversas métricas. Veja sua quantidade de visitante nas páginas, origem dos acessos, tempo de duração nas páginas, entre outros. Além disso, possui diversos balões de ajuda, sendo bem intuitivo.

Quintly

redes sociais

Ele permite acompanhar até 3 páginas no Facebook, analisando vários resultados como estatísticas de seguidores, engajamento com posts, reações, entre outros.

Cyfe

redes sociais

Essa ferramenta permite uma customização de dados e métricas das redes sociais. Possui um “modo TV”, permitindo instalar um telão em algum local para que os resultados sejam acompanhados em tempo real por várias pessoas.

KeyHole

redes sociais

 

Se seu público está  no Instagram ou Twitter, esse site foi criado com o objetivo de monitorar exclusivamente as hashtags, permitindo acompanhar o alcance, impressões e até mesmo alguns tópicos relacionados com as hashtags escolhidas.

Mas, de nada adianta ter todas as ferramentas em mãos, se os resultados não forem mensurados. Por isso, é extremamente importante analisar cautelosamente os dados coletados da sua marca. Assim você cria a melhor estratégia para atingir seu público.

Curtiu este conteúdo?

Comentários
3 estratégias de marketing digital para vidraçarias

Estratégia de Marketing Digital para Vidraçaria – Fresh Lab

Olá amigo (a)! Em busca de uma boa estratégia de marketing digital para vidraçaria? Acompanhe esse rápido conteúdo que vai te dar 2 estratégias de curto prazo e uma de longo prazo para conquistar mais resultados pela internet.

Segmentos de mercado como vidraçarias estão ativos no comércio desde muito antes da internet existir. Contudo, sabemos que depois que a web surgiu, todo tipo de empresa precisou se adaptar a ela.

Nichos mais “tradicionais” como vidraçarias podem apresentar certa resistência para migrar para o digital. Isso acontece porque muitas vezes os donos do negócios pensam que o marketing se faz por conta própria.

Marketing Digital para Vidraçaria

A grande parte dos negócios conquistados por esse tipo de empresa vem por indicações. Infelizmente, ou felizmente, esse tipo de marketing já não garante o crescimento que todo empreendedor espera do próprio negócio.

Marketing digital para vidraçaria

Algo que consideramos extremamente importante para nichos como vidraçaria, mecânico, eletricista e serviços semelhantes é ter um website. Por outro lado, também consideramos que muitos donos de vidraçarias não podem investir no desenvolvimento de um site por enquanto. Então como, efetivamente, a internet pode ajudar a conquistar mais vendas?

Bom, vamos por partes. Daremos 2 dicas para vidraçarias que já tem site e uma para quem ainda não pôde investir em um.

# 1 – Anúncios no Google

Consideramos importante vidraçarias terem um bom website para que possam trabalhar com anúncios no Google. Aparecer em momentos de necessidade do seu público alvo é uma das vantagens em anunciar no Google Adwords.

Porém, muito cuidado. Se você trabalha com anúncios “normais” (esses que você está bem acostumado a ver), é fundamental que o seu site seja uma boa página de destino para quem clicar no anúncio.

Por exemplo: vamos imaginar que você está com uma campanha no Google que faz com que seu anúncio apareça quando as pessoas buscam por “vidraçaria em curitiba”. Quando alguém faz essa pesquisa e clica no seu anúncio, ele quer ter informações relevantes e um bom site para navegar.

Ou seja, verifique primeiro se o seu website é uma boa porta de entrada para novos clientes na sua empresa.

Garantindo uma boa experiência em seu website, os anúncios do Google podem ser sua maior fonte de captação de clientes. Dependendo de quanto você decidir investir, pode conquistar relevância em um mês de campanha.

Marketing Digital para Vidraçaria

# 2 – SEO

Se você procurar por “vidraçaria em curitiba” ou algum termo parecido, vai perceber que o termo “vidraçaria” não aparece apenas no título dos resultados, mas na grande maioria das descrições dos links.

Ou seja, trabalhar o SEO do site para fazer com que ele seja bem encontrado de forma orgânica é uma estratégia que pode trazer resultados valiosos para sua vidraçaria.

O SEO nada mais é do que um conjunto de ações realizadas dentro do seu website para otimizar as páginas para os motores de busca. Além disso, trabalhar no SEO das páginas torna o conteúdo mais consistente e explicado para o próprio usuário.

Isso sem falar na relevância que um site ganha no ranking do Google quando tem um SEO bem executado. Se o seu site ainda não passou por esse processo, mais cedo ou mais tarde você vai precisar trabalhar nisso.

# 3 – Anúncios apenas para Chamada – para vidraçarias sem site

“-Mas eu nem tenho um site, e agora?!”

Calma amigo, o Google Adwords ainda possui uma solução que pode ajudar você a ser encontrado. As campanhas Apenas Chamada do Google Adwords são feitas de anúncios que aparecem apenas em dispositivos móveis e que não levam o usuário até o site.

Ao invés disso, o anúncio tem uma chamada para ligar. Você paga o valor de um custo por clique em uma palavra-chave qualquer, mas com certeza isso será uma ação muito mais valiosa para sua empresa.

Configurar anúncios Apenas Chamada é uma opção viável para os que querem ter o mínimo de presença online. Mas ainda assim, vale lembrar que todas as dicas que demos é para pesquisa, ou seja, para que encontrem você no Google.

Trabalhar nas Redes Sociais pode não ser o melhor caminho se você não tem relevância na web. Nossa dica é investir no Google nesses casos, para estar presente em momentos de necessidade na vida das pessoas.

Marketing Digital para Vidraçaria


Por enquanto é isso pessoal, até o próximo conteúdo 😉

 

Curtiu este conteúdo?

Comentários
Tendências de Marketing Digital 2018

Tendências de Marketing Digital 2018 p/ pequenas empresas

Curioso para saber quais serão as tendências de marketing digital 2018? Listamos algumas que acreditamos serem as mais importantes para pequenas e médias empresas. Acompanhe!

Uma coisa é fato: quem não investe em marketing digital já ficou pra trás e a partir do próximo ano vai ser mais difícil alcançar quem já está online.

Muito se engana quem pensa que o digital será uma tendência para empresas, porque já é a muitos anos. Para boa parte dos clientes, não encontrar a empresa na internet é a mesma coisa que não existir.

Além disso, vale lembrar que a internet não faz milagre e que você não vai ser bem encontrado da noite para o dia.

Empresas levam tempo para conquistar relevância diante do público na internet, e quem está se saindo bem hoje já começou a investir no digital a um bom tempo atrás.

Ou seja, felizmente para uns e infelizmente para outros, o caminho será um pouco mais longo para quem ainda não se consolidou na internet.

Mas não queremos desanimar você. Este conteúdo vai indicar em quais áreas você pode investir para ter resultados com marketing digital no próximo ano – ou pelo menos começar a trabalhar nisso.

Tendências de marketing digital 2018

Tendências de Marketing Digital 2018

# 1 – Conteúdos em vídeo

Temos visto um aumento recorrente pela procura de serviço de produção de vídeo, e não é para menos. Entregar sua informação nesse formato pode aumentar muito a porcentagem de retenção da mensagem que você quer passar.

Além disso, os vídeos servem como estratégia de captação de novos clientes dentro de um funil de vendas. Um material em vídeo também é útil para diversas redes, como Facebook, Instagram, Youtube e seu website.

Considere neste final de ano uma verba de marketing para desenvolver pelo menos um vídeo institucional da sua empresa. Leve em consideração também que conteúdos em vídeo podem trazer um retorno inestimável para sua empresa – de reconhecimento e posicionamento de mercado, no mínimo.

app, apple, hand

# 2 – Growth Driven Design

Para quem já está na web, o caminho para o crescimento será muito mais fácil. Isso porque o Growth Driven Design, ou Design Orientado ao Crescimento vem mais forte do que nunca no próximo ano.

Ter um site desenhado para conversão é o que o GDD faz. Por meio do estudo de estatísticas de usabilidade em seu site, o design começa a ser remodelado para tornar o layout com o maior performance possível.

Atualizações constantes no website fazem parte do serviço de Growth Driven Design, além da análise dos acessos ao site. Essas análises frequentes fazem com que os ajustes no site sejam orientados por performance e não por “capricho”.

O que queremos dizer com tudo isso? Que se você tem um site hoje que não gera nenhuma conversão, provavelmente seu layout já está ultrapassado e você não está colaborando com os visitantes do seu site. Isso, infelizmente, é bastante comum. Trabalhar com um design que contribui para as conversões do seu site será imprescindível nos próximos anos.

Vimos um exemplo disso com um dos nossos clientes aqui na Fresh.

SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA

Notamos que os acessos Diretos do site de um de nossos clientes estava com Taxa de Rejeição muito alta. Isso não fazia sentido para nossas analistas, já que as pessoas que entram diretamente em um site devem ser acessos qualificados.

Ao analisar o site (e é exatamente isso que o Growth Driven Design faz), suspeitamos que as pessoas acessavam o site diretamente para pegar o telefone de contato que era exibido no footer do site.

Logo, como o site carregava rápido, as pessoas iam até o rodapé para pegar o telefone da empresa e saiam do site sem aprofundar a navegação. Para tirar a prova real, substituímos as informações explícitas do footer por um menu do site.

A inserção desse menu garantiu uma melhor performance no site, pois “forçou” o visitante a aprofundar a navegação para concretizar seu objetivo.

Um mês após esse ajuste no design do site, notamos um crescimento de 65% no tempo de permanência dos usuários no site, o que colabora para o posicionamento orgânico da empresa no Google.

E mesmo que você ainda precise criar um website, ter em mente o serviço de GDD deve fazer parte da sua estratégia para 2018!

# 3 – Chatbots

Pode parecer muito tecnológico para você, mas os chatbots serão cada dia mais usado para comunicação com clientes online. Particularmente, eu acredito no atendimento tradicional de um social media respondendo mensagens e dando um atendimento personalizado. Inclusive, a recomendação é que você faça isso mesmo, especialmente se o seu negócio for pequeno ou médio.

Deve-se ter precaução na hora de configurar essas mensagens automáticas, pois o sistema ainda está em processo de otimização e pode ter bugs.

Mesmo que você não entenda ainda sobre essa tecnologia, o fato dela ser uma tendência mostra a importância de investir em um bom gerenciamento de redes sociais.

Estar presente de forma ativa na rede social de preferência do seu público alvo é uma das estratégias mais básicas para começar a gerar negócios por meio da internet. O marketing nas redes sociais aliado com tecnologias de chatbot’s para atendimento serão bastante comuns nos próximos anos.

Por isso, é importante ficar ligado nas atualizações. Mas também, não abrir mão de responder manualmente seus clientes para tornar o atendimento mais humanizado.

app, chat, communication

# 4 – Fotos profissionais

Infelizmente, este é o ponto onde a maioria das empresa peca fortemente. A falta de boas imagens para veicular na internet compromete E MUITO os resultados que você poderia obter trabalhando com fotos melhores.

Vale a pena investir na contratação de empresas que trabalham com pacotes mensais de produção de imagens.  Especialmente se você quer vender pela internet.

Material visual de baixa qualidade é a a forma mais fácil de um cliente em potencial na internet desistir de fechar negócio com você. Invista nas imagens veiculadas em nome da sua empresa e colha os resultados disso!

Black and White Polaroid Camera

# 5 – Experiências personalizadas

O marketing digital tem fortalecido a cultura da personalização no atendimento. Graças a tecnologia, de forma automatizada enviamos e-mail’s de aniversário com o nome completo do lead. Fazemos anúncios que aparecem por interesse, tornando o marketing algo adequado e conveniente para o usuário.

Ou seja: postar fotos aleatórias no seu Facebook ou Instagram definitivamente não vai trazer resultados para você. Internet não faz milagre e é preciso trabalhar na construção de relacionamento com seu público online.

Não é correto tratar seu público online como números, curtidores. São consumidores iguais aos que entram na sua loja. É preciso conversar, entender e atender de forma personalizada.


Na minha opinião, essas tendências nada mais são do que uma chamada de atenção para donos de empresas e empreendedores individuais. E tudo isso gira em torno de ter um cuidado especial com sua empresa, com sua marca.

Estar presente na internet de forma efetiva e atualizada e utilizar a internet como seu melhor canal de relacionamento e vendas com seu público.


Considera alguma outra tendência de marketing digital para 2018? Deixe seu comentário e let’s talk about this 😉

Curtiu este conteúdo?

Comentários

Comentários