Deixa a gente adivinhar: você investiu alto no desenvolvimento de um e-commerce e sua loja não está vendendo o quanto você esperava. Será que você está cometendo algum desses erros?
Poderíamos construir esse texto falando sobre inúmeros motivos de porque algumas lojas virtuais não conseguem gerar vendas. Contudo, decidimos escrever sobre os piores erros, pois são esses que fazem seu negócio estagnar e você perder a esperança em ações digitais.

Talvez a gente descubra que os piores erros são também os mais comuns. Se você tem uma loja virtual, preste atenção nos erros que vamos expor e faça uma análise sincera de como seu e-commerce tem se desempenhado nos últimos meses.

Resultado de imagem para error

Veja, não somos donos da verdade. Só queremos compartilhar com nosso público algumas lições que aprendemos nesses alguns bons anos de estrada. Testamos e fizemos muitas coisas nos mostraram o que fazer e o que não fazer quando o assunto é e-commerce.

Acompanhe a seguir o que nós da Fresh Lab definimos como os piores erros cometidos no e-commerce.

Ignorância sobre o desempenho do seu e-commerce

Tudo bem, você não precisa ser um analista de marketing digital para saber o que precisa ser acompanhado no desempenho de um e-commerce.

Hoje você está olhando apenas para um resultado, que são as vendas. Mas um e-commerce é um organismo vivo, que precisa ser observado e otimizado conforme sua audiência preferir.

1

Trabalhar com otimizações constantes, principalmente em páginas de produtos e finalização de compra, é fundamental para entender como o seu público gosta de comprar e quais são os elementos que ele rejeita em uma landing page.

Analisar os dados de navegação registrados pelo Google Analytics é o primeiro e mais importante passo para começar a entender como o seu e-commerce pode melhorar. Veja informações como número de sessões, taxa de rejeição e tempo de permanência nas páginas de produto para entender se os visitantes estão interessados no que estão vendo.

2

Se você perceber que o tempo de permanência em páginas de produtos é muito baixo, por exemplo, você pode começar a procurar novas formas de apresentar o layout dessas páginas. Faça alguns testes modificando cores de botões de chamada e disposição dos elementos da página e espere de 15 à 40 dias para observar os resultados.

É importante lembrar que essa tarefa de monitoramento pode ser tão aprofundada e especializada quanto quisermos que ela seja, mas por enquanto vamos falar sobre o que você pode observar mesmo sendo um leigo.

Outra métrica interessante para acompanhar é a quantidade de páginas visualizadas por sessão. Se você tem uma média de 1,2 páginas por sessão pode considerar como uma navegação superficial para e-commerce.

Pense nisso: quanto tempo, em média, você gasta quando acessa grandes sites de compras como AliExpress ou Amazon? A gente passa muito tempo, já que esses sites são desenhados e pensados para que você fique muito tempo e veja muitos produtos.

3

Isso só acontece quando você entende como seu site se comporta. Se você não tem acesso aos dados e não interpreta da maneira correta, fica difícil saber o que fazer para melhorar.

Não conhecer as causas do problema é um dos piores erros cometidos em

e-commerce.

Não saber como atrair mais visitantes para seu e-commerce

Esse erro geralmente é cometido por dois tipos de pessoas

  1. Pessoas que realmente não sabem como conseguir um volume maior de visitantes em sua loja virtual, mas não fazem nada a respeito.
  2. Pessoas que não sabem atrair visitantes interessados em seus produtos, e por isso fazem todo e qualquer tipo de divulgação da maneira errada, desperdiçando tempo e dinheiro.

4

Só comentando, aquelas pessoas que estão na categoria 1 ainda são “menos piores”, pois não estão investindo em algo que não sabem fazer. Se você está com um grande volume de acessos no seu e-commerce que não corresponde ao número de vendas efetuadas que você concluir em um mês, cuidado. Pode ter um bom investimento sendo desperdiçado nisso tudo e a nossa sugestão é que você pare e pense se isso realmente é efetivo.

Por exemplo: um anunciante B2B dificilmente terá resultados investindo em campanhas no Twitter, SnapChat ou até mesmo o Facebook. Essas redes são usadas preferencialmente por anunciantes B2C – pois o tipo de público está em massa nessas redes.

5

Nenhuma estratégia digital garante retorno desde seu primeiro dia de veiculação, mas o ideal é que você comece trabalhando no que acredita ser o mais próximo possível daquilo que gera resultados.

Faça uma pesquisa para descobrir em quais canais o seu cliente ideal está e trabalhe com foco nessas redes. Pare de investir em campanhas que trazem volume de acesso mas não resultam em vendas para sua loja.

Usar as palavras-chave erradas no e-commerce

Decidimos falar sobre esse erro pois quando ele acontece você precisa tomar providências urgentes para corrigi-lo.

Quando falamos que você pode estar usando as palavras-chave erradas no seu e-commerce, queremos dizer que você precisa ter certeza de que a forma como nomeia seus produtos na loja é a mesma forma que seu cliente procura no Google.

6

Por exemplo: não adianta nada você nomear um item com o código de um produto. Você precisa usar termos de pesquisa que correspondam de forma relevante com aquilo que você vende.

Não use nomes como “máscara de cílios AB23425”. Use algo como “Rímel Preto +Volume e Alonga”.

Pra não ter dúvida na hora de nomear seus produtos, sempre se questione: será que o meu cliente final busca por isso no Google quando quer um produto como o meu?

Se ainda assim ficar em dúvida, você pode usar o próprio Google para consultar as sugestões de palavras-chave mais utilizadas.

Falta de usabilidade

Esse tópico merece um artigo apenas para tratarmos do assunto. Não espere que as pessoas comprem em sua loja virtual se os usuários não conseguem navegar bem dentro dela.

Ajustes de layout, tempo de carregamento, segurança nas páginas e informações dos produtos precisam ser planejadas para trazer o máximo de conversões possíveis para você.

7

Pense novamente nos gigantes: Amazon, AliExpress, Ebay. Empresas como essas não construíram seu império por acaso. Tudo que eles fizeram e fazem para ser o que são hoje é planejado, testado e otimizado constantemente.

Tudo isso para que as páginas entreguem a melhor experiência em usabilidade para cada novo visitante.

Para descobrir erros de usabilidade em seu e-commerce, você pode ativar ferramentas de monitoramento e gravação de acessos, como HotJar ou SmartLook (gratuitos). Essa será a forma mais real de observar como seus visitantes estão interagindo com a página e o que você pode fazer para melhorar a experiência deles.

8

Descobrir um ou mais erros cometidos no seu e-commerce é uma grande oportunidade de melhorar o seu desempenho. Antes de tudo, queira enxergar esses erros para providenciar melhorias, e não se preocupe tanto com as mudanças que isso pode causar.

Esperamos que as nossas dicas tenham ajudado você a olhar com mais atenção para sua performance digital. Entre em contato com a nossa equipe para descobrir como podemos de ajudar ainda mais.

Curtiu este conteúdo?