Em marketing digital, sabemos que efetivamente o Google só tem uma página: a primeira. Tudo que vem depois dificilmente gera resultados para sua empresa. Como conquistar o tão cobiçado primeiro lugar no Google?

A primeira coisa que você precisa saber é que não existe receita de bolo, código, mágica ou algoritmo que faça seu site aparecer na primeira página do Google.

Existem, no mínimo, 200 critérios que o Google leva em consideração para colocar um site no primeiro lugar dos resultados de uma pesquisa.

Mas não se preocupe: você não precisa saber ou atender a esses 200 critérios para conseguir uma boa posição para o seu site.

Outro ponto importante é que esse conteúdo vale tanto para quem paga para aparecer quanto para quem não faz anúncios. A quantidade de dinheiro que você investe em campanhas de marketing digital representa UM dos critérios que define a primeira posição da página.

O grande segredo, pagando ou não, para aparecer em primeiro lugar no Google, é que o seu site seja o melhor resultado possível para determinado tipo de busca.

Isso quer dizer que se o seu site atende melhor os requisitos do Google do que o seu concorrente, possivelmente você vai pagar menos do que ele para anunciar – e também pode ser melhor posicionado na busca orgânica.

Mesmo que não haja uma fórmula pronta para alcançar esse resultado, existem algumas diretrizes que são tomadas para todos os casos, em que variáveis se aplicam a cada um deles.

As ações necessárias para ter um bom posicionamento no Google que listaremos a seguir são o básico que o seu site precisa ter para pelo menos aparecer na primeira página. Existem muitas outras otimizações que podem ser realizadas com o objetivo de otimizar o crescimento, que podem ser encontradas na seção SEO desse blog.

1) Programação

A programação do seu site é mais importante do que o seu layout, o Google não se importa se o seu site é bonito ou feio (quem se importa com isso são os seus clientes na web).

Para ser o melhor resultado para determinado tipo de busca, é necessário que o seu site seja bem programado, o que inclui uma infinidade de itens que precisam ser cumpridos.

Ter o site bem hospedado, com CSS bem aplicado, imagens que carregam facilmente e outros quesitos são altamente considerados pelos robôs do Google.

2. Atualizações

Esqueça a primeira página do Google se você fez um site e nunca mais mexeu nele. O Google quer entregar o melhor resultado possível aos usuários, e todos os outros sites que atualizarem seus conteúdos aparecem melhor do que aqueles que não foram.

Além de atualizações de conteúdo, as atualizações do próprio sistema também são extremamente necessárias.

Não espere ser bem posicionado no Google sem manter um calendário de atualizações frequentes no seu site.

3) SEO

Estar com seu site bem otimizado para que robô do Google entenda que você é o melhor resultado possível para determinado tipo de busca é um dos principais objetivos de um trabalho de SEO.

As otimizações realizadas em front e backend dos sites proporcionam a melhor experiência possível ao usuário, auxiliando no processo de aquisição e compra. Além disso, melhorias técnicas fazem com que o sistema utilizado para organizar os resultados do Google entenda a relevância que você tem naquele assunto.

Entre outras melhorias, é muito importante citarmos também as exigências do Google em relação à sites não responsivos (ou seja, que não se adaptam a dispositivos móveis) que são mal posicionados para usuário que buscam pelo celular.

Considere que os smartphones são a maior fonte de acesso no Brasil, então não dá para entregar qualquer resultado para esses usuários.

4) Backlinks

O Google considera como muito relevante quando sites da sua categoria enviam links de acesso para o website da empresa.

Ele entende isso como indicações e considera que sua empresa é confiável para mostrar a outros usuários.

Contudo, cuidado: lotar a internet com links em outros sites que não são relevantes para o seu segmento não é bem visto pelo Google.

É melhor ter um site relacionado ao seu negócio linkando para você do que 20 que não auxiliam no ganho de autoridade da sua empresa.

Fique atento à estratégias de linkbuilding duvidosas. Em devidas proporções, sites podem ser até mesmo punidos por essas práticas.

5) Visitantes

Como o Google prioriza a experiência dos usuários, ele não pode arriscar enviar as pessoas para sites que ninguém conhece.

Por isso, sites que recebem mais visitantes são posicionados acima dos que recebem menos, e assim por diante.

Entende-se que, porque o primeiro resultado é o mais visitado é por consequência o mais relevante.


Para anunciantes e quem busca melhorar o posicionamento orgânicos de seu website, lembre-se: o Google é uma ferramenta em constante atualização, buscando sempre melhorar a experiência dos usuários.

Aparecer bem posicionado não é uma tarefa fácil, mas é possível para aqueles que, assim como o Google, se preocupam com a qualidade da navegação entregue aos seus visitantes.

Curtiu este conteúdo?